×
Loading ...

Partes de uma carroça coberta

Carroças cobertas são um dos modos de transporte mais simples com uma composição total de menos de 20 partes. Elas possuem um lugar de destaque na história estadunidense, pois os pioneiros usavam esse veículo em suas jornadas à Califórnia e ao Oregon durante o século 19. A carroça permite a qualquer um fazer reparos rápidos sem conhecimentos mecânicos complicados.

Carroças cobertas ainda são usadas em fazendas e reencenamentos históricos americanos (western wagon image by maiky911 from Fotolia.com)

Armazém

O armazém é crucial para viagens de longa distância em carroças. Um baú é colocado perto da frente da carroça com uma cobertura que fecha. Ele usa madeira de lei para ajudar a resistir intempéries. Na traseira do vagão, há uma caixa que carrega comida para animais. O piche dentro de ambos também previne a infiltração de água que causaria danos.

Loading...

Estrutura

A estrutura da carroça é sólida para resistir os elementos e ao terreno grosseiro. Um passageiro se senta na frente junto com o condutor com um apoio para os pés embaixo dos pés dos viajantes. O arco do vagão forma uma ferradura que passa por cima. A maioria desses veículos possuem 6 arcos feitos de nogueira. Coberturas caseiras utilizando algodão ou lona sobre os arcos fazem o capô. Nas laterais, tábuas são colocadas para prevenir que o mal-tempo entre debaixo do capô. Um base ianque embaixo pode flutuar, se necessário, e funciona em situações como cruzar um rio.

Conectar animais à carroça

Animais como bois, cavalos e mulas são componentes necessários para puxar uma carroça. Uma parelha de pescoço vai sobre a cabeça de cada animal e fica em seu pescoço. Os arreios de uma ou duas traves conecta cada conjunto de dois animais em fileiras. Sua conexão ao vagão vem do cabeçalho, uma peça de madeira acoplada ao eixo frontal.

Rodas, eixos e freios

As rodas, eixos e freios são necessários para impulsionar qualquer veículo e a carroça coberta não é exceção. Um aro de madeira alinha a parte externa da roda e termina com uma roda de ferro. Raios ligam o aro ao centro da roda e costumam ser de carvalho. Como uma regra, há entre 16 e 20 raios em cada vagão. As cambas ficam entre os raios e a roda de ferro para criar a lateral. Eixos são acoplados aos raios pelo centro, que é de olmo ou de laranjeira. Meadas de ferro seguram o eixo no lugar. Uma alavanca de freio encaixa o freio em uma das rodas traseiras. Puxar a alavanca causa uma parada total. Feito de ferro ou madeira, o bloco retangular de freio na parte de trás da roda é empurrado contra a roda em conjunto com a alavanca.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...