×
Loading ...

Quais são os cinco famosos vulcões inativos do círculo de fogo?

Noventa por cento dos terremotos do mundo ocorrem ao longo do "Círculo de Fogo", que se estende da Nova Zelândia até a Rússia e do Alasca até a América do Sul. De acordo com o U.S. Geological Survey, "Os vulcões não são distribuídos aleatoriamente sobre a superfície da Terra (...) Mais da metade dos vulcões ativos do mundo, presentes acima do nível do mar, circundam o Oceano Pacífico formando o círculo de fogo do Pacífico". Apesar de muitos estarem extintos, alguns entram periodicamente em erupção, ficando dormentes novamente logo em seguida. Incluídos nessa lista dos "mais famosos" estão os montes Rainier, St. Helens, Pinatubo, Fuji e Redoubt, embora o Monte Shasta e os vulcões do Havaí possam ser incluídos em outras listas.

A lava pode chegar a 1.000 graus Celsius (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Monte Rainier, Washington

A última erupção desse vulcão foi em 1894. Com 4,4 km de altura, o Rainier é uma impressionante exibição de uma paisagem glacial, onde reina a vida selvagem nos altos prados alpinos, lagos, córregos e florestas com grandes árvores. O Mount Rainier National Park oferece muitas atividades recreativas para os visitantes, incluindo 420 km de trilhas mantidas, parques de acampamento e vistas para preencher as lentes da câmera. Está localizado a cerca de três horas a sudeste de Seattle.

Loading...

Monte St. Helens, Washington

Tendo a última erupção em 2008, este vulcão está atualmente tranquilo. Possui 2,55 km de altura e sua poderosa erupção de 1980 provocou um terremoto de 5,1 pontos que removeu 365 metros do cume. Embora notificadas para evacuar a área, algumas pessoas permaneceram no local e perderam suas vidas e suas casas. Hoje, o St. Helens é um monumento nacional dos Estados Unidos, que recebe visitantes que gostam de escalar e explorar.

Monte Pinatubo, Filipinas

O Monte Pinatubo possui uma cúpula que atinge 1,5 km. Sua última atividade foi em 1993, quando era até então relativamente pouco mencionado. Sua erupção de de 1991 causou enorme devastação e a perda de centenas de vidas, causando um grave impacto econômico ao país. Hoje, a cratera deixada na cúpula do vulcão pelas erupções é coberta por um lago.

Monte Fuji, Japão

Fujiyama, ou Monte Fuji é o vulcão mais alto e mais reverenciado do Japão. Localiza-se na região de Honshu, com uma elevação de 3,8 km e sua última erupção foi em 1708. Hoje, os visitantes podem esquiar, caminhar, apreciar águas termais e visitar a área dos cinco lagos. Budistas e outros praticantes espirituais possuem cerimônias periódicas neste local considerado sagrado, e no rescaldo da recente terremoto Japão, suspeitas foram levantadas se a montanha permanecerá dormente ou se entrará em erupção em breve.

O cone quase perfeito do Monte Fuji invoca reverência (Art Wolfe/Digital Vision/Getty Images)

Monte Redoubt, Alasca

Localizado no sudoeste do Alaska, este vulcão ascende 3,1 km acima do cenário intocado. Sua última erupção foi em 2009. Coberto por geleiras, suas erupções criaram dificuldades econômicas para a região de Cook Inlet, sendo observado de perto por sinais de atividade.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...