×
Loading ...

Quais os tipos de tubarão que estão no oceano Atlântico?

Os tubarões, ambos perigosos e dóceis, vivem em mares e oceanos. A maioria deles no Oceano Atlântico. O estudo dos tubarões, a ictiologia, concluiu que, em 2011, existiam cerca de 400 espécies de tubarões nos oceanos do mundo. Novas espécies são descobertas com frequência, de acordo com o Departamento de Ictiologia do Florida Museum of Natural History.

Quais os tipos de tubarão que estão no oceano Atlântico? (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Tubarão-frade

O tubarão-frade vive quase exclusivamente no Oceano Atlântico. Ele é a segunda maior espécie de tubarão do mundo, perdendo apenas para o tubarão-baleia. Cresce até cerca de 12 metros de comprimento em plena maturidade e pode pesar até 19 toneladas. O tubarão normalmente nada lentamente na superfície da água, com a boca bem aberta e perto da costa. A enorme boca do tubarão se abre para pegar pequenos peixes e plâncton na água, como uma baleia.

Loading...

Tubarão-terranova do Atlântico

O tubarão-terranova vive quase exclusivamente no Atlântico, mas também pode ser encontrado nadando no Golfo do México. É um pequeno tubarão, que normalmente só cresce cerca de 1,2 metros de comprimento, do nariz à cauda. Como não é um predador, ele come apenas peixes pequenos, moluscos e camarão. É delgado com coloração marrom ou cinza. Tem cinco fendas branquiais, duas nadadeiras dorsais e a boca localizada atrás dos olhos.

Tubarão-azul

Enquanto o tubarão-azul nada no Atlântico, ele é mais comumente encontrado em águas mais profundas e tropicais, já que prefere temperaturas em torno de 6ºC a 14ºC. O tubarão-azul é um dos mais fáceis de reconhecer e é atraente para alguns, por causa de sua profunda coloração azul-índigo. Olhando de cima, ele é azul; debaixo, vendo sua barriga, passa a ser branco. É um peixe fino e rápido, e atinge cerca de 4 metros na maturidade.

Grande tubarão-martelo

O grande tubarão-martelo é o maior de todas as espécies-martelo e pode crescer até 5,5 metros de comprimento. Como outros martelos, a sua característica mais marcante é a cabeça achatada, com os olhos na parte mais externa da testa. Enquanto os tubarões maiores podem predar os mais jovens, o seu único e verdadeiro predador é o homem, de acordo com cientistas da University of Miami. Desde 2011, acredita-se que o grande tubarão-martelo tenha diminuído em número em até 50% na última década, de acordo com a Union for Conservation of Nature. As populações mais ameaçadas são aquelas que vivem no Atlântico.

Mais tubarões do Atlântico

Outros tubarões que vivem no Atlântico incluem o grande tubarão branco, o tigre e o anequim. O tubarão da Groenlândia, que nada em profundidades de até 731 metros abaixo da superfície, prefere águas frias, e um pequeno tubarão, chamado de cação negro, vive exclusivamente no Atlântico.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...