×
Loading ...

Sinais de convulsão em chichilas

As convulsões são relativamente comuns entre chichilas, cujo sistema nervoso delicado pode ser irritado por diferentes fatores, incluindo deficiência de vitamina C, alergias a alimentos, estresse, acidentes ou doenças. Os donos de chichilas devem tomar cuidado e monitorar a dieta do bichinho, bem como sua segurança e suas atividades, mas mesmo nos melhores cenários, podem haver convulsões. Quando elas ocorrem, é importante manter o animalzinho calmo e fora de perigo. Saber reconhecer os sinais que indicam a convulsão ajuda nisso.

Contrações musculares

Como as chinchilas são pequenas, o sistema nervoso é mais ativo, o que as torna mais suscetíveis a contrações. Isso costuma ser normal, mas se a contração ocorrer por um período prolongado de tempo (mais que um minuto) em uma área específica ou se espalhar para a metade do corpo ou o corpo inteiro, é possível que ela esteja convulsionando. Convulsões em metade do corpo são comuns principalmente na variedade com olhos vermelhos.

Loading...

Girar

Também comum em chinchilas de olhos vermelhos, esse tipo de convulsão não se parece com uma convulsão: o animal simplesmente fica um longo período girando em círculos.

Tremer

Se a chinchila estiver tremendo dos pés à cabeça, provavelmente ela está começando a convulsionar. Ela pode continuar a tremer ou ter espasmos e ficar rígida.

Corpo rígido

Se o corpo da chinchila ficar rígido, podendo ser acompanhado por espasmos musculares, é possível que ela esteja tendo uma convulsão. Isso é mais comum em chinchilas prenhas ou com deficiência de vitamina C.

Arquear ou virar a cabeça

Por vezes, durante a convulsão, as chinchilas erguerão o queixo, em direção ao rabo, ou virarão a cabeça para o lado, em direção ao ombro.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...