Tipos de pé de aves

••• Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Assim como as penas das diferentes aves podem variar muito em cor e tamanho, os pés desses animais também podem ser bem distintos. A estrutura do pé de uma ave indica seu habitat e hábitos alimentares. As variedades mais comuns são encontradas em aves que se empoleiram, aves de rapina e aves aquáticas.

Aves que se empoleiram

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

O tipo de pé mais comum pertence a aves que se empoleiram, também chamadas de pássaros. Essa estrutura, conhecida como anisodátila, tem dedos independentes e flexíveis, três voltados para frente e um para trás. Ela permite que aves como carriças, pardais e sabiás repousem facilmente em galhos de árvores e arbustos. O longo dedo traseiro segura o galho e, quando o animal se senta, um tendão se flexiona travando os outros dedos para que o pássaro não caia ao dormir.

Aves de rapina

NA/AbleStock.com/Getty Images

Os quatro dedos espaçados e agarrantes das aves de rapina são ideais para caçar outras aves, pequenos mamíferos e roedores. Animais como corujas, gaviões e águias têm garras longas e afiadas e almofadas ásperas na sola de seus pés, que permitem que elas agarrem e segurem presas. A águia marinha também tem espinhos na sola dos pés para segurar peixes escorregadios. Esse tipo de pé de ave é chamado de raptorial.

Pássaros aquáticos

Photos.com/Photos.com/Getty Images

Pássaros que passam a maior parte de sua vida em habitats aquáticos têm pés especializados. Pés de gaivota e pato têm uma membrana fina entre os dedos. Pés que têm essa membrana entre todos os quatro dedos, como os do corvo-marinho, são chamados de totipalmados. Patos têm pés palmados, o que quer dizer que apenas os três dedos frontais têm membrada. Pássaros pernaltados, como as garças, têm dedos compridos, três virados para frente e um para trás. A ampla superfície desses pés ajudam as aves a andar em superfícies moles perto da água.

Outros tipos

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Aves ciscadoras, como faisão e galinhas, têm quatro dedos com unhas fortes para cavar a terra e procurar alimento. O pica-pau tem pés zigodátilos, com dois dedos para frente e dois para trás, o que permite que ele suba em árvores para encontrar insetos. O martim-pescador tem dedos sindátilos, isto é, os dois dedos centrais são juntos. Aves como o avestruz e o casuar dependem de sua capacidade de correr, já que eles não conseguem voar. Esses tipos de aves geralmente tem três dedos voltados para frente com garras afiadas usadas para se defender.

Mais recentes

×