Como tratar o pó branco em uma violeta africana

••• Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images

As violetas africanas são suscetíveis ao oídio, um fungo branco que pode ser formado por uma quantidade de espécies de fungos. Ele se espalha através das folhas e pétalas das plantas quando elas estão localizadas em uma área com muito pouca circulação de ar. Isso ocorre, normalmente, quando estão amontoadas com outras plantas ou presas a um canto. Se puderem ficar no alto, próximo a uma janela aberta, uma área com ventilação moderada e bom espaçamento entre as plantas -- e entre as folhas individuais -- isso evitará problemas futuros como o mofo poeirento ou outras pestes que prosperem com pouca ventilação.

Passo 1

Certifique-se do diagnóstico correto para oídio. O mofo poeirento começa como um pó branco ou cinza em manchas ou áreas circulares, em seguida se espalha para toda a superfície da folha ou pétala. A poeira ambiente cobrirá toda a superfície da planta, uniformemente.

Passo 2

Corrija problemas na cultura possibilitando o crescimento de fungos, como o cultivo das violetas africanas em áreas com ar estagnado, úmido e frio. Remova as folhas infectadas que estejam frágeis ou murchas, espaçando as plantas para aumento da circulação de ar. Corte fora essas folhas com uma tesoura afiada e desinfetada. Mova as plantas para uma área com uma ventilação melhor.

Passo 3

Aplique um fungicida se a infestação persistir após as soluções de cultura serem aplicadas. O oídio, apesar de ser inicialmente uma praga cosmética, também enfraquece a planta tornando-a incapaz. Assegure-se de que o fungicida aplicado seja efetivo contra o mofo poeirento e seguro para utilização em violetas africanas. Essas informações deverão constar na embalagem.

Passo 4

Limpe todos os utensílios usados em plantas infectadas com álcool isopropílico e um pano limpo. Isso ajudará na prevenção da propagação do oídio.

Mais recentes

×