Como administrar injeções de heparina

Escrito por roma lightsey | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A heparina é um anticoagulante frequentemente utilizado para tratar e prevenir coágulos sanguíneos. Os trombos são perigosos, já que podem se soltar e se deslocar para as pernas (trombose venosa profunda), pulmões (embolia pulmonar), coração e cérebro. Um coágulo que bloqueia um vaso corta o fornecimento de oxigênio para o órgão que está ligado a ele. Essas obstruções podem causar ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais, se não tratadas rapidamente. A heparina pode ser administrada intravenosamente ou por meio de injeção no abdômen usando uma agulha muito pequena. Muitas vezes, as aplicações são administradas nos hospitais, mas os pacientes também podem autoadministrar as injeções de heparina em casa.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Compressas de álcool
  • Heparina
  • Prescrição médica indicando a dosagem adequada
  • Seringa
  • Agulha calibre 27 a 30 com 1,58 cm de comprimento
  • Luvas

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Verifique a prescrição médica e a identidade do paciente, conforme indicado pela política do hospital. Coloque o paciente deitado. Os indivíduos que autoadministram suas próprias doses em casa podem achar mais fácil inclinar-se em uma cadeira ou deitar-se em um travesseiro, para acessar com mais facilidade o local da aplicação.

    Lave as mãos e calce as luvas. Localize um ponto no abdômen, cerca de 5 cm longe do umbigo. Evite as áreas que tenham algum machucado ou ferimento na pele. Limpe o local com uma compressa de álcool. Com seu dedo polegar e o indicador, aperte uma seção de pele, com cerca de 7,6 cm de largura, para formar uma prega grossa.

  2. 2

    Introduza a agulha em linha reta no local, em um ângulo de 90 graus. Em pacientes muito magros, com pouca gordura no estômago, aplique a injeção em um ângulo de 45 graus. Pressione o êmbolo lentamente para injetar o medicamento. Solte a dobra de pele e retire a agulha. Oriente o paciente a não esfregar o local. Acione o grampo de segurança para agulha, seguindo as instruções do fabricante, e descarte a seringa em um recipiente para objetos perfuro-cortantes.

  3. 3

    Retire as luvas e lave as mãos. Registre a dose, o horário, a rota, o local de aplicação e como o paciente tolerou a dosagem.

Dicas & Advertências

  • Os pacientes que tomam heparina devem realizar exames de sangue regulares, chamados TTP (tempo de tromboplastina parcial), para medir o tempo de coagulação sanguínea. Se o nível de TTP estiver muito baixo, ainda há um risco de formação de coágulos e se o nível estiver muito alto pode resultar em sangramento excessivo. Os pacientes com válvulas cardíacas mecânicas precisam ter um nível mais elevado, para manter o sangue fino o suficiente para facilitar o fluxo pela válvula.
  • O uso prolongado de heparina pode causar diminuição das plaquetas para níveis muito baixos. Ela também pode causar elevação dos níveis de potássio, especialmente em indivíduos diabéticos e com problemas renais. A heparina não deve ser usada em pacientes com úlceras de estômago, sangramento ativo, sangramento recente no cérebro (hemorragia cerebral) ou com pressão arterial muito alta. Indivíduos com doença hepática ou infecção bacteriana nas válvulas do coração também não são candidatos à terapia com heparina.
  • Alguns medicamentos podem interagir com heparina e exigir ajustes na dosagem. A aspirina, Plavix, naproxeno, ibuprofeno e Coumadin oferecem um risco elevado de sangramento. O uso de inibidores da ECA, como o captopril e os diuréticos poupadores de potássio, como a espironolactona, podem elevar os níveis de potássio no organismo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível