Como autenticar um violino Stradivarius

Escrito por allen coleman | Traduzido por philipe oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como autenticar um violino Stradivarius
Um Stradivarius real não terá uma etiqueta indicando onde ele foi feito (Polka Dot RF/Polka Dot/Getty Images)

A maioria dos especialistas concorda que os melhores violinos já produzidos foram os feitos à mão por Antonio Stradivari, que são conhecidos como Stradivarius. O Sr. Stradivari fez violinos até sua morte, em 1737, e mesmo hoje, suas criações são ainda as mais procuradas entre todos os violinos. Um autêntico Stradivarius está avaliado em milhões de dólares e há mais falsificações do que originais verdadeiros disponíveis. Se você acha que se deparou com um violino Stradivarius original, existem algumas maneiras de autenticá-lo.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Procure por alguma etiqueta do tipo "Made in Germany" (Feito na Alemanha) ou "Made in Italy" (Feito na Itália). Um Stradivarius original não deverá ter uma etiqueta indicando o local onde foi feito.

  2. 2

    Localize a etiqueta no Stradivarius, na qual se lê "Antonius Stradivarius Cremonenfis; Faciebat Anno 17__)". Os últimos dígitos do ano devem estar escritos à mão.

  3. 3

    Cheque o madeiramento para certificar se ele parece antigo. Nos dias atuais, um violino Stradivarius estaria com mais de 300 anos de idade e a madeira estaria susceptível ao tempo, mostrando desgastes, ranhuras e não terá o mesmo brilho como a madeira de um violino novo. Observe se o rótulo parece tão desgastado quanto a madeira. Inúmeras falsificações têm madeira que parecem antigas e um rótulo parecendo novo. A parte superior de um Stradivarius genuíno é feito de pinheiro, que é uma madeira de cor clara, de fibras bem tecidas, que possui linhas a partir da parte inferior do violino até o pescoço (popularmente chamado de braço). O fundo é feito de carvalho, que é mais escuro do que o pinheiro e tem linhas ou fibras maiores que se direcionam horizontalmente.

  4. 4

    Leve o violino para um perito para um exame posterior. Esses passos são um bom começo, porém, existem inúmeras falsificações bem feitas que passam despercebidas aos olhos destreinados. Um avaliador qualificado poderá realizar testes extensivos, incluindo teste à laser, para determinar a verdadeira idade da madeira.

Dicas & Advertências

  • Mesmo que seu violino possua marcas e etiquetagem adequadas, isso não significa que você possui um autêntico Stradivarius.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível