Como calcular o imposto de renda a partir de duas planilhas diferentes do Excel

Escrito por nick foster | Traduzido por tiago alves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular o imposto de renda a partir de duas planilhas diferentes do Excel
O Microsoft Excel é um programa de planilha eletrônica versátil que permite o cálculo do imposto de renda (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Sob o Título 26 do Código dos EUA, o governo federal impõe um imposto sobre a renda individual. A Receita Federal recolhe este imposto anualmente e aplica as leis fiscais previstas. O Internal Revenue Service (IRS), um departamento da receita federal americana, fornece formulários para a devolução de uma parte do imposto, mas um cálculo rápido e prévio do imposto de renda pode ser útil para seu planejamento tributário. Usando duas tabelas em uma planilha do Microsoft Excel, os impostos federais podem ser calculados e comparados, baseando-se nas diferenças da base fiscal.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Preparação

  1. 1

    Baixe o formulário IRS 1040, as instruções de preenchimento do formulário IRS 1040 e todas as tabelas necessárias no site da Receita Federal (veja seção Recursos). Os formulários do IRS também podem ser solicitados pelo correio.

  2. 2

    Reúna todos os seus documentos financeiros e fiscais e os formulários para o ano em questão, incluindo um formulário W-2 de cada empregador, declarações de interesse, recibos e quaisquer outros documentos pertinentes.

  3. 3

    Crie uma nova planilha no Microsoft Excel abrindo o programa e selecionando "Nova pasta" no menu "Arquivo". Selecione "Salvar como" no menu "Arquivo" para nomear a pasta e salvá-la no local desejado em seu computador.

  4. 4

    Clique na célula A35 e digite "Imposto de renda total" em negrito.

  5. 5

    Selecione a célula B35. Clique no botão direito do mouse e selecione "Formatar Células". Selecione a opção "Bordas" na guia da parte superior do menu e adicione uma borda de linha dupla para a borda inferior das células. Clique em "OK".

  6. 6

    Digite a fórmula "= E5+E6-E14+E18" na célula B35. Esta célula irá exibir o imposto de renda total quando ambas as tabelas estiverem completas.

    Tabela 1

  1. 1

    Clique na célula A1 e digite "Tabela 1: Renda bruta ajustada" em negrito, como título da primeira tabela.

  2. 2

    Digite as seguintes categorias para cada linha da primeira tabela: "Salários, vencimentos e gorjetas", na célula A2; "Juros tributáveis", na célula A3; "Dividendos comuns", na célula A4; "Reembolsos, créditos, compensações do Estado ou imposto de renda local tributáveis", na célula A5; "Pensão alimentícia recebida", na célula A6; "Ganho ou perda de capital de empresas", na célula A7; "Ganho ou perda de capital", na célula A8; "Outros ganhos ou perdas", na célula A9; "Valor tributável de plano de previdência privada", na célula A10; "Pensões e outras prestações tributáveis", na célula A11; "Alugueis imobiliários, royalties, parcerias, empresas S*, fundo fiduciário, etc.", na célula A12; "Ganhos ou perdas agrícolas", na célula A13; "Seguro desemprego", na célula A14; "Benefícios tributáveis da Previdência Social", na célula A15; "Outras rendas", na célula A16; "Renda total", na célula A17; "Despesas com educação", na célula A18; "Certas despesas comerciais de reservistas, artistas e funcionários do governo com renda baseada no recolhimento de impostos", na célula A19; "Dedução de poupança para fins de saúde", na célula A20; "Despesas de mudança", na célula A21; "Metade dos impostos de autônomo", na célula A22; "Plano de aposentadoria privado para autônomos: SEP, SIMPLE ou qualificado", na célula A23; "Dedução de plano de saúde para profissionais autônomos", na célula A24; "Penalidade de retirada antecipada de poupança", na célula A25; "Pensão alimentícia paga", na célula A26; "Dedução de plano de previdência privada", na célula A27; "Dedução de juros de empréstimo estudantil", na célula A28; "Mensalidades e taxas escolares", na célula A29; "Dedução de atividades de produção doméstica", na célula A30; e "Renda bruta ajustada", na célula A31.

    *Tipo de empresa taxada segundo as regras contidas no subcapítulo S do capítulo 1 do Internal revenue code (Código de renda interna).

  3. 3

    Ajuste a largura da coluna A de modo que a categoria em cada linha caiba na coluna. Você pode fazer isso ao clicar na borda direita da coluna no topo da planilha e arrastar para a direita.

  4. 4

    Selecione as células B17 e B31. Aperte o botão direito do mouse e selecione "Formatar Células". Selecione a opção "Bordas" na guia da parte superior do menu e adicione uma borda de linha única para a borda inferior das células. Clique em "OK".

  5. 5

    Digite a fórmula "=SOMA(B2: B16)" na célula B17.

  6. 6

    Digite a fórmula "=B17-(SOMA(B18: B30))" na célula B31.

  7. 7

    Digite os valores nas linhas 2 a 16 e 18 a 30 referentes às categorias da coluna A nas células adjacentes da coluna B. Siga as instruções de preenchimento do formulário IRS 1040 e use as tabelas adequadas para calcular cada valor para coluna B da tabela 1.

    Tabela 2

  1. 1

    Clique na célula D1 e digite "Tabela 2: Impostos e créditos" em negrito como título da segunda tabela.

  2. 2

    Digite as seguintes categorias para cada linha da segunda tabela: "Deduções específicas ou deduções padrões", na célula D2; "Isenções”, na célula D3; "Renda tributável", na célula D4; "Imposto", na célula D5; "Imposto mínimo alternativo", na célula D6; "Crédito de imposto estrangeiro", na célula D7; "Crédito para despesas com crianças e cuidados de dependentes", na célula D8; "Crédito de educação", na célula D9; "Crédito de contribuição para poupança de aposentadoria", na célula D10; "Crédito de imposto por filho", na célula D11; "Créditos de energia residencial", na célula D12; "Outros créditos", na célula D13; "Créditos totais", na célula D14; "Imposto de profissional autônomo", na célula D15; "Imposto de plano de saúde e seguridade social não declarável", na célula D16; "Imposto adicional sobre previdência privada, outros planos de aposentadoria qualificados, etc.", na célula D17; e "Outros impostos", na célula D18.

  3. 3

    Ajuste a largura da coluna D de modo que a categoria em cada linha caiba na coluna.

  4. 4

    Selecione as células E2 a E6, E14 e E18. Aperte o botão direito do mouse e selecione "Formatar Células”. Selecione a opção "Bordas" na guia da parte superior do menu e adicione uma borda de linha única para a borda inferior das células. Clique em "OK".

  5. 5

    Digite a fórmula "=B31-E2-E3" na célula E4.

  6. 6

    Digite a fórmula "=SOMA(E7:E13)" na célula E14.

  7. 7

    Digite a fórmula "=SOMA(E15:E17)" na célula E18.

  8. 8

    Digite os valores nas linhas 2 a 13 e 15 a 17 referentes às categorias da coluna D nas células adjacentes da coluna E. Siga as instruções de preenchimento do formulário IRS 1040 e use as tabelas adequadas para calcular cada valor para coluna E da tabela 2. Aplique a tabela de imposto da página 98 das instruções de preenchimento do formulário IRS 1040 para a calcular a renda tributável da célula E4 e descobrir o valor apropriado do imposto da célula E5.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível