Como calcular a mediana de dados agrupados

Escrito por paul dohrman | Traduzido por ricardo torres iupi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular a mediana de dados agrupados
Aprender como calcular a mediana de um grupo de dados é uma tarefa simples (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A mediana é o ponto médio de um conjunto de dados ordenados. Por exemplo, o conjunto (2,4,7,9,10) tem uma mediana de 7. Os dados ordenados são agregados em categorias, com o detalhe exato de cada ponto de perda de dados. Portanto, a mediana exata não pode ser conhecida a partir de dados agrupados isoladamente. No entanto, se souber o número de dados em cada intervalo, será possível dizer qual é o "intervalo central", isto é, o que contém o ponto que é a mediana. Podemos refinar ainda mais a estimativa do ponto mediano através de uma fórmula, com base no pressuposto de que os pontos de dados do intervalo do meio estejam uniformemente distribuídos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Agrupe os valores em intervalos, se já não estiverem. Determine qual intervalo deve conter o ponto mediano.

    Para fins didáticos, considere o conjunto de dados (1,2,4,5,6,7,7,7,9). A mediana aqui é 6. Você pode agrupar o conjunto em intervalos de largura igual a 4, por exemplo. A sua distribuição de frequência pode então ser, por exemplo: 1-4: 3 5-8: 5 9-12: 1 Nos dados não agrupados, a mediana está claramente na categoria 5-8. É possível dizer isso mesmo sem ver o conjunto de dados original.

  2. 2

    Calcule a diferença no número de pontos de dados acima do intervalo do meio e a metade do número total dos pontos de dados.

    De acordo com o que foi mencionado, isso equivale a 9/2 - 3 = 1,5. Esse cálculo estima o quão longe do intervalo do meio a mediana deve ser encontrada.

  3. 3

    Divida pelo número de pontos do intervalo do meio.

    Continuando com o exemplo, 1,5 / 5 = 0,3. Isso dá uma proporção do quão longe do intervalo do meio a mediana está.

  4. 4

    Multiplique o valor obtido acima pela largura do intervalo do meio.

    Continuando com o exemplo, 0,3 x 4 = 1,2. Isso converte a proporção dentro do intervalo em um incremento real de dados.

  5. 5

    Adicione o resultado acima ao valor entre o intervalo do meio e o inferior.

    Desde que o corte entre o intervalo médio e o inferior seja de 4,5, obteremos a equação 4,5 + 1,2 = 5,7, que pode ter seu resultado arredondado para 6, a resposta correta.

Dicas & Advertências

  • Efetivamente, o cálculo acima é o mesmo realizado através da fórmula "L + (n / 2 - c)/f x w", onde L é o número entre o meio e o próximo intervalo inferior, n é o número total de pontos de dados, c é o número total de pontos abaixo do intervalo do meio, f é o número de pontos de dados no intervalo do meio, e w é a largura.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível