Celulite eosinofílica de pele

Escrito por allan robinson | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Celulite eosinofílica de pele
A síndrome de Wells pode ser precipitada por picadas de insetos (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A celulite eosinofílica é mais comumente conhecida com síndrome de Wells e é uma desordem de pele caracterizada por prurido leve, inchaço e inflamação. Ela possui muitas causas ambientais e também pode ter um componente genético.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A etiologia da síndrome de Wells não é bem entendida, mas provavelmente ela é precipitada por eventos específicos como picadas ou ferroadas de insetos, exposição química e infecções. A síndrome de Wells também tende a ocorrer em famílias.

Sintomas

A síndrome de Wells tipicamente começa com prurido ou queimação, seguidos por inflamação e inchaço. Casos avançados podem mostrar pápulas ou nódulos.

Exames

Uma amostra de sangue deve mostrar um aumento dos níveis de proteína catiônica eosinofílica (PCE).

Diagnóstico

O diagnóstico de síndrome de Wells é usualmente baseado no exame de uma biópsia de pele.

Tratamento

Os corticosteroides são usualmente o tratamento mais efetivo, mas seus efeitos com o uso a longo prazo pode levar à dependência desses medicamentos. Outros tratamentos comuns incluem corticosteroides tópicos, anti-histamínicos, ciclosporina, dapsona e griseofulvin.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível