Como consertar um roteador Linksys

Escrito por steve brachmann | Traduzido por andré schwarz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como consertar um roteador Linksys
A instalação de um firmware incompatível tornará o produto inutilizável (Photo by webhamster (License: Creative Commons Attribution))

Os programas de código aberto são uma das grandes inovações da era da informática, seguindo o princípio da pronta disponibilidade do código fonte. Um produto popular, com firmware de código aberto, é o roteador wireless-G (sem fio) WRT54G da Linksys. Por ter componentes do Linux, o código fonte desse firmware teve de ser disponibilizado pela empresa. Isso permitiu o desenvolvimento do firmware por terceiros, o que tornou o produto atualizável de maneira efetiva e barata. No entanto, se houverem erros durante a atualização, o produto se tornará inutilizável. Eis o que fazer caso você tenha acidentalmente instalado o firmware errado.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Cabo de rede
  • Tampa de caneta
  • Pen drive (se necessário)

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Certifique-se de que o seu computador e o seu roteador estejam seguramente conectados à eletricidade. Um roteador poderá se danificar caso conectado a uma fonte elétrica instável. Conecte o computador e o modem com o cabo de rede (o processo torna-se arriscado em uma conexão sem fio).

  2. 2

    Anote o modelo e a versão do seu produto. No nosso exemplo, o modelo é WRT54G, e, em 2008, havia oito versões diferentes desse produto. Os números podem ser encontrados em uma etiqueta na parte inferior do roteador. Os firmwares para modelos diferentes são, muitas vezes, incompatíveis.

  3. 3

    Baixe o firmware oficial da linksys. Se não estiver conectado com a internet, pode ser necessário o uso de um outro computador e um pen drive. Vá à página inicial da Linksys (veja em Referências), vá em "suporte" e entre com o modelo do seu produto. Aperte "Enter", e clique na aba "Downoads" na parte de baixo da página. Escolha a versão de seu produto na lista que aparecer e escolha o link desejado na seção "Firmware", baixando um arquivo ".bin" ou ".zip". Descompacte o arquivo ".zip" se for o caso, retirando dele o arquivo ".bin".

  4. 4

    Desconecte seu produto da eletricidade e reconecte; confira se a luz "DMZ" acende ou não. Se não acender, será impossível arrumar seu roteador. Se sim, pressione o botão "Reset" dele por 30 segundos, para reiniciá-lo restaurando as configurações de fábrica. Pode ser necessário o uso de uma tampa de caneta (ou qualquer outro objeto pontiagudo), pois o botão se encontra em um buraco.

  5. 5

    Abra um prompt de comando em seu computador. No Windows, vá ao menu "Iniciar" e selecione "Executar", digitando em seguida "cmd" e apertando "Enter". No Mac OS X, vá à pasta "Aplicativos", depois em "Utilitários" e depois em "Terminal". No Linux, basta apertar "Ctrl+Alt+Fx", onde "x" é um número de 2 a 6.

  6. 6

    Depois de aberto o prompt de comando, digite "ping 192.168.1.1" e aperte "Enter". Ele deverá responder com uma mensagem começando com "Resposta de 192.168.1.1". Se contiver algo nos moldes de "Erro de Hardware" ou "Host inacessível", vá direto ao Passo 9. Se não, o seu equipamento ainda responde e pode-se reconfigurar seu firmware.

  7. 7

    Configure seu adaptador de rede para 10Mbps meio duplex. No Windows, vá ao "Painel de controle" e depois em "Conexões de rede". Clique na sua conexão ethernet com o botão direito do mouse e escolha "Propriedades". Clique em "Configurar" e depois na aba "Configurações avançadas" para mudar a velocidade de conexão. Os usuários do Mac OS X, versão 10.3 ou superior, deverão ir a "Preferências de sistemas" do menu Apple. Escolha "Rede", depois, na janela que aparecer, "Ethernet embutida". Na aba de "Configurações", escolha "Manual (avançado)" e selecione "10baseT/UTP" na caixa "Velocidade". Na caixa duplex, escolha "Meio Duplex". Clique finalmente em "Aplicar".

  8. 8

    Mova o arquivo ".bin" para a área de trabalho. Atualize seu firmware, seguindo os mesmos passos utilizados para instalar o firmware defectivo que gerou problemas.

  9. 9

    Faça seu computador "pingar" continuamente para seu roteador, se você não pode acessá-lo com o ping anterior e a luz DMZ permanece acesa. Conecte o computador e o modem a um hub externo, configure as conexões de rede de seu computador da seguinte maneira: "192.168.1.2" para o endereço IP, "255.255.255.0" para a máscara de rede e "192.168.1.1" para o gateway. Para fazê-lo no Windows, vá ao menu "Iniciar", clique em "Painel de controle", depois em "Conexões de rede", clique com o botão direito do mouse na conexão utilizada e clique em "Propriedades". Na aba "Essa conexão usa os seguintes items", clique em "Protocolo de rede" e depois em "Propriedades". Aqui será possível mudar seu IP, máscara de rede e gateway. Os usuários do Mac OS X deverão ir ao menu Apple, ir em "Preferências de sistema", e depois em "Rede". Ao clicar na fechadura na parte de baixo da janela, será possível fazer as configurações necessárias. No Linux, deve-se abrir um terminal e executar "sudo ifconfig eth0192.168.1.2 netmask 255.255.255.0" e depois "sudo ifconfig eth0". Mude o gateway executando "route add default gw 192.168.1.1 eth0".

  10. 10

    Abra agora um prompt de comando ou terminal, como no Passo 5. No Windows, deverá ser nele executado o comando "ping -t 192.168.1.1"; no MAC ou no Linux, basta um "ping 192.168.1.1". Tire em seguida o roteador da tomada, e reconecte em seguida, para reiniciá-lo. Se obter qualquer informação com "Resposta de" ou um número de bytes transferidos, ainda será possível arrumar seu aparelho.

  11. 11

    Desligue-o novamente, tirando-o da tomada. No prompt do Windows, deverá ser executado o comando "ping -t 192.168.1.1". Abra outro prompt (menu "Iniciar", "Executar", "cmd" e "Enter") e execute "tftp -i 192.168.1.1 PUT .bin", sendo "" o nome do aquivo de firmware. Os usuários de Linux ou Mac deverão executar "tftp 192.168.1.1", "binary", "rexmt 1" , "timeout 60", "trace" e "tftp> put .bin", sendo "" novamente o nome correto do arquivo de firmware. Reconecte o modem à tomada, depois ligue-o novamente.

  12. 12

    Se você estiver usando o Windows, execute "tftp" assim que o primeiro prompt mostrar uma resposta positiva. No Linux e no Mac, "tftp" irá rodar automaticamente se o ping for bem sucedido. Se o processo der certo, o firmware terá sido reinstalado corretamente. Espere alguns minutos até o término da atualização e use seu roteador da forma como sempre usou.

Dicas & Advertências

  • Essas informações delineiam um método aprovado pela Linksys de arrumar um de seus produtos. Fazer nele um curto circuito deu resultados positivos a alguns usuários, mas invalida a garantia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível