Cuidados a ter com a criança quando você não está por perto

Escrito por shannon philpott Google | Traduzido por rúben carlos esteves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

O que os pais precisam de saber quando selecionam uma creche para os filhos

Cuidados a ter com a criança quando você não está por perto
Achar a ama certa para seu filho é essencial (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Devemos colocar o cuidado em primeiro lugar. Precisamos valorizar o fator humano para que a criança se sinta segura.

— Sue Palmer, autora do livro: "Detoxing Childhood: What Parents Need to Know to Raise Happy, Successful Children" (Detoxing Childhood: O que os pais precisam saber para educar filhos bem-sucedidos e felizes)

Julie Wells, mãe de dois filhos e vivendo em St. Louis retirou o filho da creche quando soube que membros da equipe da creche deram o lanche feito com produtos à base de amendoim apesar de ele ser alérgico. "Eles sabiam que ele era alérgico e sou eu mesma que preparo o seu lanche", disse a mãe. "Mas eles foram desleixados" Infelizmente, a história desta mãe não é única. Em creches, diversos problemas podem perseguir mesmo os pais mais protetores. Isso é algo que Brandy Hamann pode comprovar. Hamann, mãe de três filhos e diretora do Centro de Aprendizagem de Lulipad, em Collinsville, no estado do Illinous decidiu abrir sua própria creche depois de ouvir várias histórias horrorosas. Uma mãe contou-lhe que a creche não estava alimentando adequadamente o seu filho. Outra senhora reclamou que as fraldas das crianças não eram trocadas diariamente, relembrou Hamann. "Uma criança com 18 meses foi expulsa de uma creche, porque ela gostava de morder outras crianças", disse Hamann. Como responsáveis por creches, "Se não queremos que as crianças mordam, temos de compreender que esse é um comportamento normal e natural adotado pelas crianças -- o que tem de ser feito é achar uma forma de ajudar a criança a descobrir um outro modo de se expressar." Mas a assistência à infância fora de casa é, muitas vezes, uma opção inevitável quando o trabalho ou as responsabilidades econômicas emergem. Enquanto abundam situações muito más, também existem muitas opções seguras. Para efetuar as escolhas certas para os filhos, os pais devem procurar saber as diretrizes das creches, tomar medidas de precaução, pedir aos amigos sugestões e confiar na sua intuição.

Avaliando o seu filho

De acordo com Sue Palmer, autora do livro: "Detoxing Childhood: What Parents need to know to Raise Happy, Successful Children" (Detoxing Childhood: O que os pais precisam saber para educar filhos bem-sucedidos e felizes) é importante que você conheça as necessidades de um filho, o que inclui avaliar o seu bem-estar educacional, emocional e social. "Devemos colocar a assistência à criança em primeiro lugar", insistiu ela: "Precisamos valorizar o fator humano para que a criança se sinta mais segura". Será que ela aprende bem, com efeitos visuais, tais como flashcards, role-playing e outras atividades práticas? Hamann sugere que os pais olhem de perto o currículo das creches para determinar se elas se encaixam no estilo de aprendizagem da criança. E se as lições são apropriadas para a idade da criança?

De acordo com o Centro Nacional de Informação da Assistência Infantil, que mantém um banco de dados com as diretrizes de aprendizagem de cada estado, os padrões de aprendizagem precoces variam de estado para estado. No Alabama, por exemplo, as diretrizes recomendam que os recém-nascidos (do nascimento aos doze meses) sejam encorajados a expressar sons e gritos, e a explorar os dedos das mãos e pés com um tempo para testarem o seu andar desde que adequadamente supervisionados. Os bébês precisam de atividades que estimulem a sua curiosidade e interesse. Crianças devem ter atividades que os incentivem a descrever sons, nomes, coisas e pessoas, enquanto as de dois e três anos de idade devem estar ativamente engajadas em atividades que estimulem a auto-suficiência, como lavar as mãos, vestir-se e usar certos utensílios. Em Illinois, Hamann tinha crianças com dois anos de idade trabalhando com letras e reconhecimento do seu nome, enquanto as de três anos de idade tinham atividades mais avançadas -- estavam trabalhando em atividades temáticas que se ligassem a um mês negro da história.

Os pais podem solicitar planos de aula detalhados para garantir que a creche irá atender as necessidades educacionais de seus filhos. O centro disponibiliza relatórios sobre as avaliações de aprendizagem de forma semanal, mensal ou anual? Em que tipo de projetos de aprendizagem as crianças participam regularmente?

Estas questões são importantes, mas outros fundamentos de aprendizagem devem ser considerados atendendo que as necessidades emocionais de cada criança são mais importantes. Assim sendo, encontrar cuidados de qualidade também significa compreender como o seu filho gosta de ser alimentado. Será que o seu filho precisa de abraços e de afetos para se sentir seguro quando está longe de você? As crianças geralmente precisam de uma conexão emocional com os professores e profissionais de saúde para se sentirem seguros em um ambiente de creche, disse Hamann que se deve enfatizar as pessoas, e não simplesmente a instalação.

'Os pais precisam olhar para a interação da criança com os adultos na sala', aconselhou. 'Eu digo aos meus pais que eu não posso ter um edifício de milhões de dólares, mas eu tenho uma equipe de um milhão de dólares.'

Avaliando a creche

Aprendizagem em uma creche deve ser divertida para a criança e reconfortante para os pais. Mas investigando o que se espera de uma creche requer passos de bebê. É importante conhecer não apenas as necessidades da criança, mas também a lei. Creches têm a obrigação legal de atender os requisitos de licenciamento para fornecer as refeições e ter a quantidade de pessoal suficiente por criança, bem como seguir certos padrões de aprendizagem precoces recomendados.

Regulamentos, tais como orientações de aprendizagem, são específicos de cada estado. Por exemplo, em Illinois define-se a relação de funcionários-para-crianças com idades das seis semanas a nove meses em 1 para 4, em comparação com 1 para 20 para crianças de dez ou mais anos. Limites gerais sobre matrículas são também determinados a nível estadual com base na dimensão da construção e do pessoal que aí trabalha. O Centro de Aprendizagem Hamann Lilypad está licenciado para servir setenta e seis crianças ao mesmo tempo.

Serviços de assistência alimentar da creche também estão sob a alçada da regulação estadual.

'Seguimos o plano da pirâmide alimentar recomendada, onde cada refeição inclui uma peça de carne, produtos lácteos, frutas ou vegetais e pão ou alternativas ao pão', disse Hamann.

Na verdade, a adesão a estes regulamentos deve estar na linha da frente da seleção. Os pais têm todo o direito de saber sobre os planos de aula e habilitações dos professores, disse Hamann. Uma visita a uma creche pode ajudar os pais a avaliar se o centro está ou não adequado para o seu filho, mas a avaliação não deve parar na porta. Saber quem vai estar com o seu filho em todos os momentos significa entender se a creche emprega profissionais com certificações apropriadas.

Creches cujos membros da equipe são treinados para promover o crescimento e devem ter respostas prontas para os pais curiosos que precisam e merecem ter confiança no espaço onde a criança brinca. Tranqüilidade é uma componente necessária no processo de tomada de decisão, disse Palmer, autora do livro: ' Detoxing Childhood'.

Para tranquilizar ainda mais, os pais podem recorrer ao estado onde residem. Estados compilam regularmente estatísticas e avaliações de creches, que podem ser acessadas através do departamento de saúde e serviços humanos de cada estado. A Associação Nacional de Administração e Regulamentação também fornece o estudo anual sobre os cuidados a ter com a criança que destaca os processos de licenciamento e diretrizes para creches.

Ela também ajuda a pesquisar se o estabelecimento tem uma política de portas abertas. Se os pais não são bem-vindos na creche quando visitam um filho, então eles devem levantar uma bandeira vermelha, disse Hamann.

'Os diretores da creche e os professores devem fazer o possível para colocar os pais à vontade', disse Hamann. Apesar dos esforços de pais conscienciosos como Wells, mãe de dois filhos e de prestadores de cuidados como Hamann, mãe de três filhos, a seleção de cuidados infantis pode ser inocentemente vítima de agendas lotadas e da correria da vida. Os pais podem ter boas intenções quando formulam listas de tarefas, mas por vezes sem querer podem tomar decisões precipitadas, quando pensam ter feito o correto. A preocupação com os cuidados da criança é o cerne da decisão dos pais, enfatiza Palmer.

'Nós temos que, como sociedade, cuidar das crianças e dar-lhes mais valor', disse ela. 'Os pais têm de tomar a melhor decisão que podem com base nas informações corretas.'

Na verdade, encontrar a informação 'correta' é a chave.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível