Como cuidar de um gato doente

Escrito por ehow contributor | Traduzido por letícia oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como cuidar de um gato doente
Receber cuidados carinhosos é fundamental na recuperação do seu gato (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Receber cuidados com muito carinho é um fator fundamental na recuperação do seu gato, e depende de você. Os gatos respondem bem a uma grande dose desse medicamento mágico. Uma cama quentinha, comida gostosa e a companhia da sua pessoa favorita constituem a receita ideal para uma cura rápida.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Toalha ou cobertor
  • Hastes flexíveis com algodão nas pontas
  • Termômetro
  • Vaselina
  • Óleo mineral
  • Colar elizabetano
  • Medicamentos

Lista completaMinimizar

Instruções

    Cuidados em casa

  1. 1

    Sempre siga as instruções. Preste bastante atenção às orientações do veterinário. Não tenha medo de pedir ao profissional que lhe entregue as instruções por escrito.

  2. 2

    Peça ao veterinário que faça uma demonstração de como fazer algo que você não está seguro para executar, como o melhor método para dar um medicamento ou a maneira ideal de segurar o felino.

  3. 3

    Esteja preparado para emergências. Saiba para quem ligar em caso de emergência. Verifique se há um hospital veterinário 24 horas na sua localidade.

  4. 4

    Reserve uma área para manter o animal doente. Mantenha o gato em uma parte da casa que fique longe das demais atividades da moradia. Faça uma cama temporária colocando um cobertor lavável dentro de uma caixa. Deixe uma caixa com areia para gatos ao lado.

    Como alimentar seu gato doente

  1. 1

    Alimente-o com os alimentos normais a que está acostumado. A menos que o veterinário solicite, dê alimentos saborosos e nutritivos. Eles devem ser ricos em proteína e ter as vitaminas e minerais necessários para uma boa saúde.

  2. 2

    Dê a comida na boca. Se o gatinho doente estiver fraco, talvez você tenha que dar na boca comidas líquidas ou pastosas. Uma dieta líquida também é necessária quando o animal não consegue digerir alimentos sólidos. Com as mãos, abra um pouquinho o canto da boca dele e ponha uma mamadeira. Ponha a comida pastosa na língua dele.

  3. 3

    Desperte a fome de seu gato aquecendo seus alimentos favoritos e deixando que o cheiro fique no ar. Mexer na comida também pode estimular o apetite.

    Cuidados gerais

  1. 1

    Tire a temperatura do animal duas vezes ao dia. Geralmente, ela será baixa pela manhã e mais alta à tarde e à noite. Com o gato no seu colo ou em uma superfície lisa, passe óleo mineral em um termômetro retal e introduza-o cerca de 2,5 cm para dentro do reto do animal. Espere de três a cinco minutos e retire, desinfete com um algodão e veja a temperatura, que quando está normal varia entre 38 e 39°C nos gatos.

  2. 2

    Cheque o pulso do animal. Coloque seu dedo na parte de dentro da coxa do gato e conte o número de batidas por minuto. O ritmo normal de pulsações é entre 110 e 130 batidas por minuto.

  3. 3

    Troque os curativos, se o veterinário assim o instruir. Se o seu gato estiver tentando arrancar os curativos, ponha um colar elizabetano nele.

  4. 4

    Faça registros. Se o seu gato estiver se recuperando de uma cirurgia ou tem uma doença séria, você deverá registrar as mudanças que estão acontecendo durante a recuperação. Anote a temperatura, o quanto ele come e bebe, frequência com que faz xixi e cocô, horários e quantidade da medicação ministrada e quaisquer mudanças que ocorrerem.

  5. 5

    Ligue para o veterinário sempre que necessário. Há sinais que podem significar problemas ou complicações. Contate-o se perceber que perdeu o apetite, possui feridas ou cortes cirúrgicos abertos, depressão, diarreia, supuração e odor, febre, sangramento, inchaços, calor e vermelhidão, dor, palidez, piora ou vômitos.

Dicas & Advertências

  • Avise imediatamente o veterinário se o gato piorar.
  • Certifique-se de ter quantidade suficiente de medicamentos para o final de semana.
  • Mantenha todos os remédios e instrumentos afiados trancados, especialmente se houver crianças na casa.
  • Se o seu gato estiver nervoso ou agitado, envolva-o em uma toalha.
  • Caso o animal apresente feridas ou cortes cirúrgicos abertos ou falta de apetite dentro das primeiras 24 a 36 horas, avise o veterinário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível