O que é depressão isquêmica significativa?

Escrito por jacquelyn jeanty | Traduzido por vivian rocha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é depressão isquêmica significativa?
Uma significante depressão isquêmica indica má circulação sanguínea no coração (Which way to the heart? Labyrinth, a silhouette and a heart image by Stasys Eidiejus from Fotolia.com)

De acordo com a American Heart Association, a cada ano mais de 5,3 milhões de americanos experimentam sintomas de desconforto no peito graves o suficiente para justificar um cuidado de emergência. Para identificar a fonte da dor no peito, os médicos fazem um eletrocardiograma. Uma depressão isquêmica significativa pode aparecer como um dos muitos indicadores de doença cardíaca e ataque cardíaco iminente.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

De acordo com a American Heart Association, uma depressão isquêmica significativa aparece como um padrão irregular em um eletrocardiograma. Os indivíduos que sofrem de síndrome coronária aguda, ou mais especificamente, angina instável, podem apresentar esse tipo de padrão em um ECG. Esse aparelho mostra uma representação gráfica da atividade elétrica que ocorre no coração. A depressão isquêmica significativa aparece como um mergulho na linha que traça a sinalização elétrica de um coração enquanto o sangue é bombeado através de suas câmaras.

Função

Síndrome coronariana aguda desenvolve-se conforme as artérias que conduzem ao coração começam a acumular depósitos de placas. Quando isso acontece, áreas do coração deixam de receber a quantidade de oxigênio necessária para o funcionamento normal. De acordo com a Associação Americana do Coração, angina instável aparece quando um desses depósito de placa se rompe, fazendo com que as plaquetas se acumulem onde a ruptura ocorreu. Estes processos resultam em uma condição chamada isquemia, o que impede o fluxo normal de sangue em todo câmaras do coração. O aparecimento de uma depressão isquêmica significativo em um ECG indica as áreas do coração afetadas por estes processos.

Resultados no ECG

Um gráfico do electrocardiograma contém as letras P, Q, R, S e T, de acordo com Angina.com, um site de referência médica. Quando ligado a um paciente, ele registra como impulsos elétricos se movem através dos átrios e ventrículos do coração, traçando uma linha contínua através destes pontos. A depressão isquêmica significativa aparece como uma quebra entre os pontos S e T no gráfico. A falta de fluxo sanguíneo para o coração também pode aparecer como uma elevação entre estes segmentos. Em muitos casos, indivíduos que apresentam uma elevação ST sofreram um ataque cardíaco. O aparecimento de uma depressão do segmento ST significativa indica isquemia em uma porção do coração, que pode, potencialmente, provocar um ataque.

Efeitos

De acordo com o Merck Manual, quando áreas do coração deixam de receber um fornecimento adequado de oxigênio, elas não conseguem conduzir os sinais elétricos necessários para o fluxo de sangue normal. Como resultado, ela sofrem danos que podem fazer com que células individuais morram. Tecido muscular danificado ou morto pode gerar uma depressão isquêmica significativa numa leitura eletrocardiograma. Atividade elétrica anormal pode fazer com que o coração bata de forma anormal, deixando o sangue se acumular em certas áreas em vez de fluir normalmente. Quando isto acontece, as áreas danificadas secretam troponina e creatina-quinase-MB (CK-MB) na corrente sanguínea, que são os reguladores de contrações musculares. De acordo com a American Heart Association, níveis anormais de troponina e CK-MB no sangue são os principais indicadores de doença cardíaca e dano tecidual.

Tratamento

De acordo com a American Heart Association, síndrome coronariana aguda pode ter como sintomas dor aguda ou pressão no peito, nos ombros ou nas costas, falta de ar e fadiga, os quais justificam atenção médica imediata. O histórico médico geral de uma pessoa irá determinar a base para uma depressão isquêmica significativa, que pode ou não necessitar de cirurgia invasiva. Em alguns casos, a pessoa pode ter sofrido um ataque cardíaco, no qual se deve tomar medidas para reabrir a artéria, de modo a permitir o fluxo normal de sangue. Indivíduos que não tenha sofrido um ataque cardíaco podem receber prescrições de aspirina ou diluentes de sangue, seguidos de testes sanguíneos para determinar se troponina ou CK-MB está presente no sangue.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível