Mais
×

Como diagnosticar boca doente em gatos

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Muitas doenças de gatos ocorrem devido a uma boca doente. Pedaços de comida se misturam com bactérias e saliva e formam placas, que levam ao acúmulo de tártaro nos dentes. Quando o tártaro entra em contato com a saliva, a gengiva fica irritada, levando à uma infecção. Doenças em gatos, como a insuficiência renal crônica ou diabetes mellitus, ocorrem mais frequentemente em gatos com bocas doentes.

Instruções

Como diagnosticar doença bucal em gatos (Michael Blann/Lifesize/Getty Images)
  1. Fique atento e trate condições que possam desencadear as doenças, como dentes de leite retidos ou dentes sobrecarregados. Visitas regulares ao veterinário limitam os danos causados ​​pela placa bacteriana.

  2. Procure por placa ou tártaro nos dentes. A coloração amarelada é o primeiro sinal da praga. As pragas mais avançadas parecem uma crosta marrom.

  3. Preste atenção aos sinais de doença, como irritabilidade, perda de apetite ou dificuldade para comer. Geralmente, os gatos passam a pata na boca ou a esfregam no chão para aliviar o desconforto.

  4. Preste atenção no hálito e saliva do gato. Doenças bucais em gatos o deixam com mau hálito. A salivação pode aumentar e pode haver sangue. Saliva mais grossa e pegajosa quando o gato abre a boca também pode indicar a doença.

  5. Inspecione as gengivas e dentes e procure por vermelhidão, irritação ou bolsas. Raízes expostas, dentes faltando, buracos nos dentes e gengivas que sangram facilmente direcionam para uma doença mais avançada como a doença periodontal.

  6. Conheça os estágios da doença do gato pela boca. Gengivite precoce e avançada começam em uma praga suave e uma leve vermelhidão nas gengivas. Quando a doença periodontal se desenvolve, o gato perde massa óssea que não pode ser revertida.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article