Mais
×

Como diagnosticar uma gravidez química

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Considera-se que uma mulher teve uma gravidez química quando ela aborta espontaneamente nos primeiros dias da gestação, antes do óvulo atingir a fase de implantação. Normalmente, o teste de gravidez caseiro dá positivo antes da menstruação chegar, e, se ela não tivesse feito o teste, provavelmente nunca saberia que estava grávida. Siga estes passos para diagnosticar uma gravidez química.

Instruções

Diagnostique uma gravidez química (David De Lossy/Photodisc/Getty Images)
  1. Observe o período de tempo em que você teve relações sexuais, recebeu o resultado positivo do teste e, normalmente, menstruaria. Se teve relações sexuais antes de ovular, é possível que você estava grávida. No entanto, você não pode engravidar depois de ovular, por isso, se não teve relações sexuais durante esse período, você provavelmente não estava grávida.

  2. Faça outro teste. Se receber um resultado positivo e estiver preocupada que algo não esteja bem, faça um segundo teste 5 ou mais dias depois. Se der negativo, tente novamente no dia seguinte, mas provavelmente você recebeu esse primeiro resultado positivo dentro da pequena margem de 50 a 60% das primeiras gestações que não sobrevivem.

  3. Relembre quaisquer sintomas que você possa ter sentido. Embora a maioria das mulheres não sinta os típicos sintomas da gestação (fadiga, náusea, seios doloridos) em uma gravidez química (devido ao óvulo não ter sido implantado), algumas dizem que de fato apresentaram sintomas. Você pode notar manchas leves ou cólicas antes de ter o que achou que fosse a menstruação.

  4. Determine se a sua menstruação chegou um pouco mais tarde do que o habitual. Depois de um aborto espontâneo tão cedo na gravidez, sua menstruação normalmente começaria cerca de uma semana depois de abortar e seria mais pesada e, possivelmente, duraria mais tempo do que o que é normal para o seu corpo. É quando a maioria das mulheres percebem que algo não está certo, pois acham que já menstruaram na semana anterior.

  5. Pergunte a outras mulheres que podem ter passado por algo similar. Procure um site de mulheres, como o The Nest (ver Recursos abaixo) que tenha fóruns temáticos, como o "Pensando em bebês" e "Tentando engravidar".

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article