Dicas para cuidar de um gato doente em casa

Escrito por pedro santos
Dicas para cuidar de um gato doente em casa
Confira as principais dicas para cuidar do seu gatinho (екатерина максименко/iStock/Getty Images)

Cuidar do seu gatinho pode ser uma tarefa desafiadora, principalmente se ele estiver com alguma doença. Desânimo, falta de apetite e falta de energia muito mais do que o normal podem ser indícios de que o seu gato está doente. Caso esse ou outros sintomas, como febre, náusea e diarreia, se manifestarem, é hora de procurar um veterinário. Depois de diagnosticado o problema, é hora de tomar uma série de cuidados especiais até que o seu gato melhore de vez. Confira as principais dicas para cuidar do seu gato doente em casa.

Alimentação

O primeiro passo na hora de cuidar do seu animalzinho doente passa pela alimentação. Alimente seu bichano com a alimentação habitual que ele já está acostumado. Se o gato estiver muito fraco e com falta de apetite, procure dar comida direto na boca dele. Se for o caso, opte por comidas pastosas. Uma forma de aumentar o apetite do seu gato de estimação é induzindo-o pelo cheiro. Para isso, mexa bem a comida, deixando o cheiro se espalhar pelo ambiente. Isso pode trazer o apetite do gato de volta.

Limpeza

Em geral, os gatos não precisam tomar banho. No entanto, isso pode mudar se seu animalzinho estiver doente. Cuidados extras com a limpeza do gato são ocasionais, já que eles mesmos se limpam sozinhos regularmente. Ainda assim, é preciso tomar alguns cuidados de higiene. Caso seu gato esteja com uma doença alérgica, é importante pulverizar o animal e o ambiente como um todo contra pragas, como pulgas. Na hora de dar banho, opte por um serviço especializado de um petshop que saberá como realizar a tosa higiênica e secar o pelo da forma correta.

Área especial

Para cuidar do seu gato doente, será preciso reservar uma área especial para deixá-lo até que ele fique curado. Para isso, mantenha o gato na parte mais afastada da moradia, de modo que ele fique longe da sala, do quarto e, principalmente, de crianças pequenas. Nessa área especial, você deve fazer uma cama temporária com um cobertor lavável e uma caixa de areia próxima. Sem contar, é claro, água e ração. De preferência, lave o cobertor a cada dois dias, para prevenir o gato e os outros moradores da casa de contrair outra doença.

Orientações do veterinário

Siga as orientações dadas por um veterinário de sua confiança. Se for necessário, solicite por escrito as instruções de aplicação de remédios, por exemplo. Peça ao profissional que demonstre a melhor maneira de dar o medicamento para o animal. O veterinário pode ensinar formas de segurar seu gato ou métodos mais simples para aplicar os remédios no dia a dia. É importante ficar sempre atento à condição do seu gato durante o período de tratamento. Veja se há um hospital veterinário 24 horas próximo da sua casa. E entre em contato com o veterinário imediatamente se o estado de saúde do seu gato piorar subitamente. Esteja preparado para qualquer emergência.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível