on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como dissecar uma minhoca

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Tipicamente, a dissecação de minhocas em uma aula de biologia é feita com minhocas terrestres, de um grupo de animais chamado anelídeos ou vermes segmentados. Segmentos bem definidos dividem os corpos dos anelídeos, tanto na parte externa, quanto interna. Cada segmento é similar, exceto o anterior (cabeça) e o posterior (cauda). Para dissecar uma minhoca, você precisa, primeiramente distinguir a cabeça e a cauda. Depois disto você estará pronto para o processo.

Instruções

Minhocas terrestres (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

    Cortes iniciais

  1. Posicione a minhoca com a parte dorsal virada para cima, em sua bandeja. Alfinete os segmentos anterior e posterior. Levante a pele dorsal com o fórceps. Na posição dos fórceps, insira tesoura e corte uma linha do centro até o ânus.

    Loading...
  2. Segure o corpo com o fórceps. Use o bisturi para cortar através dos septos, a parede fina que separa cada segmento, em cada lado do intestino. Corte a cerca de 2,5 cm do colar liso e grosso até cerca de dois terços a partir do ânus.

  3. Alfinete toda a parede corporal que você cortou na bandeja, usando seis ou oito alfinetes. Corte através do colar liso e grosso presente na parte anterior com uma tesoura. Corte os septos, até a cabeça e fixe a parede do corpo restante em sua bandeja.

    Encontre os sistemas da minhoca

  1. Localize todas as partes do sistema digestivo. A abertura bucal, na extremidade anterior, fica entre o prostômio, uma estrutura parecida com lábios. Siga pela boca até a faringe, um músculo expandido, tipicamente coberto por três pares vesículas brancas. A faringe da minhoca transporta o alimento pelo esôfago até uma área circular maior, onde temporariamente o armazena.

  2. Encontre os principais vasos do sistema circulatório, que fica acima do trato digestivo. Os vasos sanguíneos ventrais ficam abaixo do trato digestivo e conectam-se com os vasos dorsais com diversos vasos menores que correm em volta do trato digestivo.

  3. Corte em volta do intestino com seu bisturi para ter uma visão clara do sistema reprodutivo. Com o bisturi, levante a parede intestinal em direção à faringe e corte-a. Note que a minhoca libera esperma das vesículas seminais. Os testículos da minhoca ficam dentro destas vesículas, mas não são visíveis.

  4. Tente encontrar o sistema nervoso da minhoca. Apesar de ser difícil, o cordão nervoso ventral corre ao longo da superfície ventral interna da minhoca. Na extremidade anterior, este cordão se divide em torno da parte frontal da faringe e, em seguida, amplia para o gânglio cerebral, dois caroços considerados cérebros primitivos.

  5. Procure pelo sistema excretor, ao observar do quinto ao último segmento. Estes segmentos contêm estruturas excretoras chamadas metanefrídios, que são estruturas tubulares enroladas. Elas ficam ao lado da parede corporal e se abrem a um poro exterior, chamado de nefridióporo.

Loading...

Dicas

  • Ao cortar a pele dorsal, assegure-se de que apenas a pele seja cortada, evitando danificar os órgãos internos.
  • A minhoca possui um sistema circulatório fechado, o que significa que o sangue circula dentro dos vasos sanguíneos.
  • As minhocas são monoicas, o que significa que possuem conjuntos completos de órgão reprodutores masculinos e femininos. Mas eles passam por fertilização cruzada durante o coito.

O que você precisa

  • Bandeja de dissecação
  • Alfinetes
  • Fórceps
  • Tesoura
  • Bisturi
Loading ...
Loading ...