Doenças causadas pela eliminação inadequada de lixo

Escrito por amy s. jorgensen Google | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Doenças causadas pela eliminação inadequada de lixo
Jogar o lixo de forma incorreta pode razer riscos à saúde e ao meio ambiente. (Umerschmutzungweltv image by Angelika Bentin from Fotolia.com)

Existem vários tipos de lixo, entre eles o lixo doméstico e lixo biomédico. E cada tipo exige uma forma adequada de descarte. Se descartado de forma inapropriada, o lixo pode aumentar as chances de poluição do meio ambiente, das fontes de alimentos e também os riscos de exposição a várias doenças.

Outras pessoas estão lendo

Lixo com alto risco de contaminação

Embora o lixo que não é descartado corretamente ofereça risco de propagação de doenças, alguns tipos oferecem um risco ainda maior do que outros. No topo dessa lista estão o lixo hospitalar e o biomédico, que inclui qualquer tipo de resíduo que tenha sido utilizado em um procedimento médico. Para ser considerado resíduo hospitalar ou biomédico, o lixo precisa conter material biológico, que normalmente é sangue ou tecido interno. A quantidade de material biológico também é um fator classificatório. É importante considerar que até mesmo um curativo usado em uma pessoa infectada por uma doença específica, precisa ser descartado com o mesmo cuidado que os resíduos médicos hospitalares. Alguns tipos de lixo doméstico podem apresentar um risco elevado de propagação de doença, entre eles estão os depósitos de mofo retirados das casas. Em caso de dúvidas quanto à disposição de lixo, consulte um órgão responsável.

Causas e meios de propagação de doenças

A propagação de doenças causada pelo descarte inadequado do lixo pode ocorrer de várias formas. A primeira delas é a entrada de patogênicos no meio ambiente por meio de lixo contaminado por bactérias ou vírus, oferecendo risco de contaminação. Outra forma de propagação é através da exposição animal, como ratos e pássaros, que após a exposição podem propagar doenças para outras espécies, aumentando ainda mais a população de animais infectados. A propagação de doenças também ocorre quando o lixo serve de alimento ou como meio de reprodução para patogênicos. Quando o lixo é composto de material biológico humano ou bio-resíduo, o risco de propagação se torna mais concreto. Bactérias e vírus oferecem um risco elevado de contaminação de doenças propagadas por alguns tipos de lixo. Isso é preocupante, já que os vírus causam doenças como a hepatite e o HIV, e as bactérias causam a tuberculose. Normalmente são encontrados em ambientes hospitalares, mas podem habitar o lixo comum e crescer em resíduos biológicos de qualquer fonte.

Descarte correto

As regras para o descarte do lixo variam de acordo com cada localidade. Os locais que diariamente geram lixo com alto risco de contaminação devem ter métodos de descarte incorporados. Se você tiver algum produto que exija um descarte especial, siga corretamente as instruções. Caso você tenha dúvidas, busque orientação com pessoas competentes no assunto.

Proteção

Proteção é prevenção. Se possível, não manuseie ou toque o lixo. Se for necessário, utilize luvas descartáveis para evitar exposição. Também utilize equipamentos adequados, evitando assim, acidentes com materiais cortantes que possam ter sido descartados de forma incorreta. Somente beba água tratada e nunca coma alimentos descartados no lixo.

Comunicação

Comunique os órgãos responsáveis sempre que presenciar o descarte incorreto de lixo, assim você ajuda a reduzir a poluição ambiental e o risco de propagação de doenças. As autoridades governamentais locais possuem departamentos ou pessoal treinado para executar esses procedimentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível