Eczema canino

Escrito por jennifer gittins | Traduzido por ricardo schweitzer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Eczema canino
É possível prevenir a eczema canina (dog image by Ergün Özsoy from Fotolia.com)

A eczema canina possui diversos sintomas, incluindo perda de pelo, coceira, bolhas, lesões na pele ou feridas superficiais. Essa condição também é chamada de dermatite.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A maioria dos cães desenvolve a eczema devido a uma infecção bacterial, que penetra na pele por uma ferida aberta, mas também há casos em que a doença tem sua origem no excesso de umidade e calor, reação a alimentos diferentes ou quando o cão lambe demais ou mastiga a pele.

Diagnóstico

O cão deve passar por um exame veterinário para ser diagnosticado com o eczema. Em alguns casos, exames laboratoriais podem ser necessários para identificar se a doença é causada por uma bactéria ou fungo.

Limpando a pele

Antes de iniciar o tratamento, o pelo da região precisa ser raspado para permitir uma melhor entrada de ar na pele e reduzir a umidade da ferida. A área também precisa ser limpada com um antisséptico.

Tratamento

Assim que a região afetada estiver limpa, o cão pode precisar receber um tratamento de antibióticos, em conjunto com sabonetes e cremes antibacterianos que auxiliam no processo de recuperação.

Prevenção

O eczema canino pode ser prevenido. Os donos devem manter seus cães limpos e escovados e, em alguns casos, até uma mudança na dieta com a adição de suplementos nutricionais pode ajudar a reduzir a quantidade interna de bactérias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível