Efeitos da água fervente na germinação de sementes

Escrito por bonnie grant | Traduzido por rayssa amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos da água fervente na germinação de sementes
A acácia é um tipo de semente que exige um tratamento com água fervida para quebrar a dormência (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

As sementes normalmente têm exigências e condições específicas que precisam ser cumpridas antes que possam germinar. Isso serve para evitar que as mudas germinem quando há falta de irrigação, clima inadequado e outras condições prejudiciais. O método empregado para prevenir a germinação é chamado de dormência. Algumas plantas precisam de um período de refrigeração ou de estiagem e outras precisam ser cortadas. As principais formas de quebrar a dormência são escarificação e estratificação. A água fervente atua como um agente de escarificação.

Outras pessoas estão lendo

Escarificação

Na natureza, as sementes entrarão em contato com objetos afiados e ásperos que cortarão ou afinarão seu tegumento. Até mesmo temperaturas congelantes auxiliarão esse corte para prepará-las para germinação. Elas precisam que água entre no interior e alimentem o embrião. Alguns tegumentos são muito espessos para permitir a entrada da água sem que haja tratamento. Qualquer processo que rompa a camada exterior da semente para a entrada de água é chamado de escarificação. Geralmente, nesse caso é usado uma lixa para remover um pouco do tegumento.

Efeitos da água fervente

A água fervente parece ajudar alguns tipos de sementes com tegumentos espessos. O calor remove a cutícula e um pouco da camada epidérmica inferior, liberando a passagem de água para dentro da semente. O problema é reconhecer quais são as sementes que respondem bem a esse tratamento. Altas temperaturas podem danificar o interior das sementes que não suportam esse tipo de tratamento. Nesses casos, é recomendado colocá-las de molho em água morna ou até mesmo fria. A aplicação de ácido sulfúrico também obtém o mesmo resultado.

Como usar a água fervente

Nesse caso, a escarificação começa com a imersão, por completo, das sementes em água fervente. Em alguns casos, é possível deixar que a água esfrie naturalmente durante 12 a 24 horas. Muitas sementes precisam ser colocadas em água fervente por apenas um minuto ou dois, para então secá-las e colocá-las de molho em água fria. Quando tempo elas deverão ficar em água fervida depende da espessura do tegumento; sementes muito grossas precisarão de mais tempo, enquanto aquelas com tegumentos finos ou normais precisarão apenas de um rápido mergulho. Deixá-las de molho por muito tempo em temperatura alta pode matar o embrião.

Plantio

Após a escarificação, as sementes devem ser plantadas imediatamente, a menos que precisem de estratificação. Ou seja, um tratamento com uso de baixa temperatura espelhando o que aconteceria normalmente na natureza. A estratificação é feita na geladeira ou com as sementes plantadas em vasos ao ar livre. A necessidade de resfriação varia por espécie, mas duram normalmente de um a três meses. Semeá-las diretamente é sempre melhor se as temperaturas permitem. As plantas estabelecem um sistema de raiz sem se danificar durante a transplantação. Em climas frios, plante as sementes dentro de casa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível