Efeitos colaterais do creme de acetonida de triancinolona

Escrito por jennifer m. graham | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterais do creme de acetonida de triancinolona
O creme de acetonida de triancinolona é útil em tratamentos anti-inflamatórios e anti-prurido (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

O creme de acetonida de triancinolona é útil no tratamento de doenças como um anti-inflamatório (inchaço) ou anti-prurido (coceira severa). O ingrediente ativo acetonida de triancinolona é distribuído em um creme solúvel, que geralmente vem em concentrações de 0.025 porcento, 0.1 porcento e 0.5 porcento por grama. A acetonida de triancinolona é um tipo de esteroide, e certos efeitos colaterais estão associados a eles. Muitos dos efeitos colaterais ocorrem em forma de irritação da pele, mas alguns afetam a bioquímica do organismo.

Outras pessoas estão lendo

Ingrediente ativo

A acetonida de triancinolona encontrada em cremes é um corticoesteroide tópico, uma substância sintética. Como um ingrediente ativo, é usada para tratar inflamações e coceiras severas. Quando o creme é aplicado na superfície do corpo, a acetonida de triancinolona é absorvida naturalmente pela pele. O exato mecanismo por trás das ações anti-inflamatórias são desconhecidos, mas os corticoesteroides se ligam às proteínas plasmáticas quando absorvidas. Como a maioria dos corticoesteroides, o fígado é primeiro órgão a metabolizar a substância, enquanto é eliminada do corpo pelos rins.

Alguns efeitos colaterais

Sete dos efeitos colaterais mais comuns - embora não ocorram com frequência - que ocorrem com o uso do creme de acetonida de triancinolona são queimação, coceira, ressecamento, foliculite e hipertricose. A foliculite é uma inflamação no folículo piloso, enquanto a hipertricose é um crescimento excessivo de pelos. Alguns outros efeitos colaterais podem ser doenças de pele ou infecções secundárias.

Efeitos colaterias para o uso prolongado

O uso prolongado com uma quantidade suficiente de acetonida de triancinolona pode causar hipotálamo-hipófise-adrenal, ou HPA na sigla em inglês. Isso interrompe a produção de hormônio nas glândulas adrenais. Os pacientes em altas doses de acetonida de triancinolona devem ser monitorados em caso de suspeita de HPA. Esse efeito para assim que o uso da droga for descontinuado. Os sintomas da síndrome de Cushing, hiperglicemia e glicosúria, também são conhecidos por ocorrer com o uso excessivo de corticoesteroides tópicos.

Precauções

As pessoas com alergia a triancinolona devem evitar o uso do creme de acetonida de triancinolona. Cobrir a área a ser tratada com essa substância deve ser evitado, pois aumenta a possibilidade de efeitos adversos. As crianças não devem usar roupas apertadas, pois elas absorvem uma quantidade maior dos princípios ativos. O creme é para uso externo e não deve ser aplicado nos olhos, pois causa ou piora casos de glaucoma.

Precauções especiais para grávidas e lactantes

Não há um estudo conclusivo envolvendo os efeitos de corticoesteroides em grávidas, mas é aconselhado a elas que evitem grandes quantidades ou o uso prolongado, e somente usar a acetonida de triancinolona quando os benefícios não trouxerem risco ao bebê. O mesmo aviso é dado às mulheres que estão amamentando.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível