Efeitos colaterais do óleo de prímula

Escrito por kent page mcgroarty | Traduzido por vanessa santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterais do óleo de prímula
O óleo de prímula tem muitos efeitos benéficos à saúde (primrose image by Studio Pookini from Fotolia.com)

O óleo de prímula oferece muitos benefícios à saúde e é usado para diminuir o colesterol, o que reduz o risco de doenças cardíacas. Seu uso diminui também a chance de coágulos sanguíneos, e é utilizado nos sintomas pré-menstruais e para reduzir a dor nas mamas. Além disso, ele tem sido usado também na redução dos sintomas da doença da mama cística e para tratar condições cutâneas, como o eczema. Os efeitos colaterais são moderados, e podem incluir dores estomacais e convulsões para aqueles que já são propensos a tê-las. As cápsulas são uma forma comum para ingestão do óleo de prímula.

Outras pessoas estão lendo

Problemas estomacais

Náusea, dor estomacal e indigestão, assim como inchaço e fezes soltas, são ocasionalmente resultado do uso de cápsulas de óleo de prímula. Como os efeitos colaterais geralmente são devido à ingestão em altas doses, diminuí-la interromperá esses problemas estomacais. Tente limitar a dosagem para duas a oito gramas diariamente, a menos que um profissional da saúde sugira uma dose maior.

Efeitos colaterais do óleo de prímula
Tomar muito óleo de prímula pode resultar em problemas estomacais (woman stomach image by Anatoly Tiplyashin from Fotolia.com)

Convulsão

De acordo com o site Medline Plus, algumas pesquisas têm mostrado que as convulsões podem ser consequência de tomar o óleo de prímula. No entanto, este efeito geralmente ocorre naqueles que já são propensos a tê-las. As convulsões podem também ocorrer quando tomar o óleo de prímula combinado a anestésicos. Pessoas submetidas a cirurgias com anestesia devem parar de tomá-lo por no mínimo duas semanas antes da cirurgia, para evitar que convulsões ocorram. Aqueles que tomam medicamentos para tratar doenças mentais devem também usar as cápsulas de óleo de prímula com cuidado, já que pode ocorrer interação medicamentosa negativa entre essas drogas. Não se recomenda que pessoas com esquizofrenia tomem óleo de prímula.

Efeitos colaterais do óleo de prímula
Pessoas submetidas à cirurgia não devem tomar cápsulas de óleo de prímula à noite (surgery image by Andrey Rakhmatullin from Fotolia.com)

Precauções adicionais/efeitos colaterais

Pessoas grávidas ou que estão amamentando devem evitar tomar cápsulas de óleo de prímula, mesmo que não haja pesquisa suficiente para determinar se elas passam da mãe para o bebê, seja pelo leite ou enquanto ainda estão na barriga. A dor de cabeça é um possível efeito colateral ao tomá-la. Se você tem um coágulo sanguíneo ou distúrbio hemorrágico, converse com seu médico antes de tomar o óleo de prímula, para evitar qualquer efeito colateral adverso. Siga sempre as instruções de dosagem do frasco ou a indicada por seu médico, para limitar qualquer reação negativa. Não se recomenda tomar duas formas diferentes de óleo de prímula ao mesmo tempo sem antes consultar um especialista. Algumas vezes, podem ocorrer reações alérgicas, caracterizadas por urticária, dificuldade de respiração e inchaço do rosto, língua, lábios ou garganta.

Efeitos colaterais do óleo de prímula
As gestantes não devem usar óleo de prímula (pregnancy image by Adam Borkowski from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível