Como encontrar emprego na República Popular da China sendo um estrangeiro

Escrito por ehow contributor | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como encontrar emprego na República Popular da China sendo um estrangeiro
Trabalho estrangeiro qualificado é uma exigência na China, mas ainda assim não é fácil encontrar um trabalho por lá (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A República Popular da China (RPC) por anos tem sido a economia de mais rápido crescimento do mundo. Mesmo com as restrições da recessão impactando a contratação na maioria das nações ocidentais, a China continua a se expandir e portanto, tem uma contínua necessidade por talento profissional e instruído. É a versão atual da corrida do ouro... mas da mesma forma que a prospecção ocorreu naquela época, você pode ou ter sucesso ou você pode falhar (miseravelmente) na sua busca por emprego como um estrangeiro, a menos que aprenda a navegar nessa sociedade complexa para encontrar emprego.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Passaporte válido (com 15 ou mais meses antes do vencimento)
  • Qualificação ou talento para o mercado profissional
  • Cartões empresariais (1,000 ou mais)
  • Curso intensivo na etiqueta chinesa e protocolos sociais

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Oficialmente, para trabalhar na China, um estrangeiro deve possuir uma licença de trabalho, que também é comumente referido como "Visto Z". Embora algumas empresas (especificamente empresas menores e algumas escolas de inglês) possam contratar estrangeiros sem um visto Z ou licença de trabalho, você deve sempre insistir para que eles lhe forneçam um. Ambos podem apenas ser assegurados por uma empresa patrocinando você para o emprego na China.

  2. 2

    Encontrar um emprego na China pode ser ajudado pelo valor e qualidade da sua rede pessoal de contatos. Isso é referido como "guanxi"; a relação pessoal entre as pessoas é o componente chave de como o negócio é conduzido. Diferente dos Brasil, onde você pode enviar um currículo não solicitado para uma empresa ou pegar o telefone e marcar uma reunião, na China, o tempo deve ser gasto para desenvolver uma relação e confiança com uma empresa representativa, e só então você pode alavancar aquela rede de relacionamentos para um emprego. A melhor forma de começar a construir um guanxi, é gastar várias semanas no chão da cidade chinesa que você pretende trabalhar (Pequim, Xangai, Guangzhou, Chengdu, etc.) e apenas trabalhar duro para encontrar quantas pessoas você puder (locais, estrangeiros, etc.). É aí onde seus cartões empresariais são úteis - apenas se certifique que seu cartão foi traduzido, assim um lado está em inglês e o outro está em um chinês simplificado. Você também pode começar a construir uma rede informal através de sites de redes sociais tais como Facebook e LikedIn e se juntar a grupos de discussões especificamente focados nos negócios da China e oportunidades de trabalho.

  3. 3

    O crescimento do uso da internet chinesa significa que os quadros de trabalho são bem utilizados e muitas posições são agora anunciadas nesses sites. Os quadros de trabalho nacionais mais comuns na China são "51jobs.com", "Zhaophin.com" e "ChinaHR.com". Contudo, a maioria dos empregos estão em chinês (embora cada quadro tenha uma versão em inglês). Existem também sites de empregos específicos que os estrangeiros possam se registrar com aqueles que irão combiná-los com oportunidades de trabalho na China também. Da mesma forma que os países ocidentais, os quadros de trabalho devem ser usados para procurar por emprego e então através de sua rede ("guanxi") você deve tentar desenvolver uma relação com alguém dentro da empresa que pode apresentar você ao gerente de contratações para uma entrevista. Adicionalmente, procure por quadros de mensagens estrangeiros em sites tais como "That's Beijing " (ou Xangai) e outras mídias de publicação online e revistas que especificamente listam oportunidades de empregos com empresas de pesquisas e caçadores de talentos na China. Algumas das maiores e mais conhecidas firmas incluem a MRINetwork, JobNet, BriTay International, apenas para dizer algumas. Essas empresas de pesquisa estão focadas especificamente em contratar talentos. Contudo, da mesma forma que seus cartões empresariais, você também deve ter seu currículo traduzido para o chinês simplificado e submeter as duas versões ao aplicar para os cargos.

  4. 4

    Muitos estrangeiros bem sucedidos vivendo e trabalhando na China hoje, tiveram seu começo muitos anos atrás ao ensinar um idioma. Enquanto o pagamento para essas posições é mínimo, e apenas irão cobrir suas despesas básicas de vida, as oportunidades que elas fornecem são incalculáveis. Ensinar lhe dá a chance de criar uma rede com os estudantes, muitos dos quais são gerentes de negócios para empresas que podem estar contratando. Durante suas horas livres ele também lhe fornece tempo para construir seus relacionamentos pela cidade e para procurar por oportunidades melhores. Alguns professores gastam parte do seu verão ou férias na China ensinando, e então retornam para seus países de origem para trabalhar em seus empregos normais. Essa é uma ótima solução transitória para ter uma certa noção, uma vez que você aprende mais sobre a China e começa a construir sua carreira lá.

  5. 5

    Outra opção que está se tornando mais popular com estudantes universitários e jovens adultos, é se matricular em uma universidade chinesa e então procurar por um estágio com uma multinacional ou empresa chinesa. Essa é uma ótima opção porque sendo parte de seus estudos, você se matriculará em um treinamento intensivo de mandarim e tão pouco como em um ano a maioria dos estudantes podem desenvolver fluência na língua. Isso também é uma grande maneira de aprender mais sobre o país, a sociedade e outras influências culturais através do sistema escolar da universidade.

Dicas & Advertências

  • Dada a demanda aumentada de estrangeiros interessados em viver/trabalhar na China, o mercado está muito competitivo. Ser capaz de falar e entender mandarim é crucial para encontrar um trabalho. Faça cursos de treinamento linguístico oferecidos por sites gratuitos como "LiveMocha.com" ou através de programas pagos oferecidos pela Rosetta Stone.
  • Se certifique que está lendo o máximo possível sobre a história e a cultura, e normas e práticas sociais chinesas. Existem muitos recursos excelentes e livros disponíveis sobre realizar negócios e trabalhar na China. Falhar ao se educar sobre o país irá criar problemas para você logo na chegada quando sofrer o choque cultural.
  • Se você for parado pela alfândega e pela imigração para ou do aeroporto, ou na fronteira, ou pelo Birô de Segurança Pública (a polícia) sem a licença de trabalho apropriada e o visto, você será sujeito a multas pesadas e pode ser deportado da China.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível