O equilíbrio do Natal

Escrito por shannon philpott Google | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Como animar e diminuir o estresse de sua celebração de Natal

O equilíbrio do Natal
Começar uma tradição nova com sua família pode ajudar a equilibrar as emoções estressantes que acompanham o feriado (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Muitos se sentem confusos, até mesmo envergonhados às vezes, por nos sentirmos menos otimistas nessa época do ano.

— Dr. John Duffy, psicólogo clínico de Chicago

Apesar dos cartões de Natal e as fotos familiares passarem uma imagem de uma época alegre, os feriados normalmente criam uma confusão emocional que pode facilmente deixar as pessoas desesperadas. Com a agitação das comprar e os preparativos para as reuniões familiares, o espirito natalino pode diminuir e não ser recuperado. Gerenciar suas emoções e o senso de normalidade para a família é tão importante nos feriados quanto no restante do ano. Se você estiver se sentindo estressado, mude sua perspectiva este ano aprendendo a relaxar e curtir o feriado, apesar do caos a sua volta.

Fontes do estresse dos feriados

O equilíbrio do Natal
As pessoas podem se sentir estressadas durante os feriados, pressionando-se com um monte de "deveres" (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

É fácil para as famílias se tornarem estressadas durante os feriados. Entre os problemas financeiros, como garantir que os presentes estarão embaixo da árvore, e os conflitos de gerenciamento de tempo, como ir de uma reunião para outra, fica muito mais difícil manter a calma na época das férias. Às vezes, tanto as pressões externas quanto as internas fazem com que seja difícil espalhar a alegria do feriado, diz Dr. John Duffy, um psicólogo clínico de Chicago. "Culturalmente, nós sofremos gerenciando o estresse dos feriados, porque nos é dito repetidamente, pela mídia e pelos cartões de Natal que recebemos, que esta deve ser uma época protegida de alegria excessiva", diz Duffy. "Por isso muitos se sentem confusos, até mesmo envergonhados às vezes, por nos sentirmos menos otimistas nessa época do ano".

Assuntos e compromissos familiares normalmente causam mais estresse durante os feriados, diz Duffy. "Muitos temem em ficar junto com a família por causa de conflitos atuais e outros assuntos familiares inacabados ou nunca abordados", diz Duffy. "Em seguida vem o comprometimento excessivo: muitos se sobrecarregam, com horários regulares de trabalho, festas de trabalho e encontros com a família e os amigos. Isto pode resultar em um grau de estresse enorme".

Infelizmente, o Natal normalmente leva muitas pessoas a pensar nas obrigações das quais sentem que devem participar, mas temem. Como resultado, os feriados criam padrões de relacionamentos familiares nada saudáveis que duram ano após ano, diz a terapeuta familiar Sharon Rivkin. "A época de feriados cria muitos 'deveres' como 'eu deveria ver meus pais ou irmãos, porque, afinal, é fim de ano'", diz Rivkin. "Não existe nenhum livro de regras que diz que devemos estar com nossas famílias nos feriados nem quanto tempo devemos visitá-los. Se as coisas estiverem estressantes demais em sua família, não marque uma visita ou limite o tempo que passará com eles".

Lidando com o estresse do feriado

O equilíbrio do Natal
Se o estresse do Natal está te atingindo, volte atrás e mude suas prioridades (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Quando o estresse atinge seu auge em Dezembro, pode ser hora de voltar um pouco, desacelerar e mudar o foco. Jeremy G. Schneider, um terapeuta familiar de Nova Iorque, pai de gêmeos de 9 anos de idade, diz que luta para equilibrar não apenas as reuniões de feriados, mas também quatro aniversários da família em Dezembro. "Há uma pressão para receber presentes, há uma pressão financeira para pagar tudo de algum modo, existem obrigações com festas da família, de amigos, do trabalho e perdemos a noção do significado do feriado", diz Schneider. "Mas isso faz com que nos foquemos ainda mais em tirar tempo de nós mesmos". Schneider optou por levar sua família para viajar durante as férias em um ano para diminuir o estresse dos feriados. "Fomos para o Disney World para ficarmos longe de tudo, só passando tempo juntos, nós quatro".

Encontrar maneiras de minimizar o custo do Natal também ajudou os Schneiders a diminuir o estresse e manter a alegria do feriado. "Nós fazemos coisas para minimizar os gastos, como a troca de presentes de amigo secreto, assim, não compramos presentes para todos da família e estabelecemos um limite rigoroso para o preço do presente".

Repensar suas expectativas para o feriado também pode manter suas emoções sob controle. A excitação do feriado combinada com suas expectativas pode ser uma mistura perigosa para o seu bem-estar e, portanto, Duffy recomenda controlar suas expectativas. "É provável que a troca de presentes, o planejamento da ceia, entre outras coisas, não saiam perfeitos. Além disso, nem todo mundo pode se dar muito bem," diz Duffy. "Precisamos aceitar isso antes que aconteça".

Outro modo de aliviar o estresse é buscar o humor dos feriados. Conte histórias sobre as festas passadas, as que foram muito bem e as que não foram tão pitorescas - como costelas de cordeiro queimadas para a ceia de Natal. Duffy acrescenta: "Lembrando do passado, essas ocasiões quase sempre são boas para fazer com que todos deem risadas".

Priorizar sua agenda de férias também pode ajudar a diminuir a montanha russa emocional em dezembro. Stuart Kaplowitz, terapeuta familiar e matrimonial, recomenda a criação de um cronograma realista que funcione para a família toda. Por exemplo, priorizar as festas familiares e da vizinhança, peças de teatro escolares e obrigações do trabalho em ordem de importância. Se as atividades conflitarem ou gerarem uma agenda complicada para um dia, considere participar de apenas um compromisso ou fazer uma breve aparição em outro. "Pense no que pode ser importante para sua família", diz Kaplowitz. "Você não precisa justificar porquê não pode ficar em um evento. Em vez disso, se foque no quão maravilhoso é poder dar uma passada e ver todo mundo".

Tudo isso se resume a cuidar de sua saúde mental durante uma época estressante do ano. Isso pode implicar em fazer uma lista de coisas que você deve fazer para ter um bom feriado ou pedir ajuda a alguém quando precisar de uma pausa. Aprender a dizer "não" é um começo: "Cuide de si mesmo e diga 'não' se você realmente não puder fazer algo. Nos horários de pico do ano, tendemos a esquecer de nós mesmos", diz Rivkin. "Lembre-se que, se você estiver estressado e não cuidar si mesmo, será difícil cuidar de seus entes queridos e aproveitar as atividades das férias".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível