Estilos de traço em caligrafia

Escrito por nora zavalczki | Traduzido por lúcia collischonn de abreu
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Estilos de traço em caligrafia
Calígrafos usam canetas ou pincéis (Comstock/Comstock/Getty Images)

A palavra "caligrafia" vem das palavras gregas "kalos" e "graphe", que significam "beleza e escrita." A caligrafia é uma arte e no mundo muçulmano é considerada como uma forma importante de expressão artística, uma vez que a arte muçulmana é não-figurativa. Os calígrafos executam a arte da bela escrita usando canetas especiais ou pincéis, tinta e papel. A escolha de alfabeto, os traços e sua posição definem os estilos ocidental, árabe e chinês, que são os três principais estilos de caligrafia.

Outras pessoas estão lendo

Caligrafia árabe

A caligrafia no mundo árabe é considerada como uma das mais elevadas formas de arte, já que a religião não permite a arte figurativa. As letras são símbolos de poder, integridade e beleza e decoram vários objetos, incluindo móveis, no mundo muçulmano. Calígrafos escrevem as letras árabes a partir da esquerda para a direita. Eles escrevem as letras usando ascendentes verticais, curvas descendentes e horizontais temperadas. O alfabeto completo é composto de 28 letras, que representam principalmente consoantes, mas existem apenas 18 formas de letras distintas no alfabeto e as letras vizinhas influenciam a forma como elas são escritas. Os estilos de caligrafia podem ser divididos em cursiva, incluindo Naskh e Thuluth, e a escrita angular, tais como Kufi. O Persa, urdu e malaio também usam adaptações do estilo da caligrafia árabe.

Caligrafia oriental

Chineses e japoneses possuem os estilos mais conhecidos de caligrafias orientais. Cada tipo de caligrafia oriental é dividido em estilos diferentes. Por exemplo, a caligrafia chinesa inclui os estilos selo, oficial, regular, semicursivo e cursivo. Os calígrafos escolhem um modelo de acordo com o propósito do documento. Uma série de pinceladas individuais representam os elementos de um caractere chinês ou japonês. O calígrafo segura o pincel em linha reta para cima e para baixo ao executar linhas horizontais, linhas verticais, pontos, pinceladas em movimentos descendentes, curvas fechadas e outros tipos de movimentos descendentes. A caligrafia chinesa contém sete tipos de pinceladas ou mistérios. As caligrafias chinesa e japonesa exigem certa ordem para fazer as pinceladas.

Ocidental ou romana

A caligrafia ocidental emprega o alfabeto romano, e é por isso que o estilo também é conhecido como caligrafia romana. Assim como no caso da caligrafia oriental, a ordem dos traços foi importante na caligrafia tradicional ocidental. Calígrafos modernos já não consideram a ordem dos traços. No entanto, os traços devem formar letras regulares e um ritmo na escrita. Os calígrafos criam caracteres usando traços verticais com caneta, curvas, pontos, traços com diferentes espessuras e serifas em forma de gancho.

Ferramentas de caligrafia

Os calígrafos ocidentais geralmente usam canetas, enquanto mestres árabes e orientais escolhem pincéis para criar caracteres em tinta. Papel poroso de alta qualidade também é necessário para a caligrafia. O tamanho dos pincéis influencia o aspecto dos traços, e mestres calígrafos utilizam diferentes pincéis de acordo com o efeito desejado. Por exemplo, calígrafos japoneses usam um pincel grande ao criar os caracteres principais e um menor para assinar seus nomes. Pincéis que são feitos de pelo de outros animais são mais adequados para os traços de precisão do que aqueles com pelo artificial.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível