Quando são feitos harmônicos pares?

Escrito por carlos mano | Traduzido por maria renata c. m. siqueira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quando são feitos harmônicos pares?
As cordas vibram de maneira complexa (S Dunn/Digital Vision/Getty Images)

Os instrumentos de corda são populares em todo o mundo. Uma das razões de isso acontecer é o som rico e complexo que as cordas vibrando emitem. Esse som vem da maneira com que as cordas vibram, em constante mudança. Essa mudança contínua dos sons é causada pela maneira com que as cordas mudam o seu modo de vibrar.

Outras pessoas estão lendo

Cordas vibrando

Algumas vezes a corda vibra em uma única seção presa apenas aos fins do instrumento. Outras vezes em duas seções, com o centro da corda fixo ou imóvel. E ainda em três seções, com dois pontos sem movimento, também chamados nós, presos em um terço do caminho até as pontas do instrumento. A corda vibrando passa por esses e outros padrões mais complexos rapidamente.

Harmônicos

Quando uma corda vibra em seções, ela produz diferentes tons. Esses tons são chamados harmônicos. Quando a corda toda vibra, é o primeiro harmônico, normalmente chamado de tom fundamental. Ao vibrar em duas seções, ela produz um som um oitavo mais alto do que o tom fundamental. Já quando vibra em três seções, produz um som aproximadamente um oitavo e meio acima do fundamental, também chamado de quinta pelos músicos. Se o tom fundamental é o C central no piano, a nota correspondente ao terceiro harmônico é o segundo G maior do que o C central. Quando uma corda vibra em quatro seções, quarto harmônico, soa duas oitavas mais alta do que o fundamental.

Harmônicos pares

Os harmônicos que uma corda produz determinam a riqueza do som emitido. Para a maioria das cordas, apenas os primeiros harmônicos são audíveis, pois quanto maior o harmônico, mais baixo o som. Perceba que todos os harmônicos ímpares tem um ponto de máxima vibração exatamente no meio da corda. Já os que são pares, tem um nó exatamente no meio da corda. Um músico pode pressionar a ponta de seu dedo perto do meio de uma corda vibrando para suprimir todos os harmônicos ímpares e deixar com que os pares soem: os harmônicos pares têm um nó nesse ponto para que o dedo do músico não o impeça de sonar.

Harmônicos artificiais

Quando os harmônicos ímpares são suprimidos e os pares sonam, o instrumento produz um claro som de sino. Para produzir esse tipo de som em todas as notas em um instrumento, os músicos pressionam todas as cordas para que produza um tom fundamental normalmente. O centro da corda, entre o nó e a ponta do instrumento, é então apertado com o dedo de uma mão enquanto a outra mão move as outras cordas. Enquanto a melodia desenrola, as duas mãos do músico se movem em sintonia, produzindo harmônicos pares para todas as notas, e consequentemente emitindo uma série de tons de sino.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível