Filhotes fêmeas e desenvolvimento mamilar

Escrito por rhonda mcdowell | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Filhotes fêmeas e desenvolvimento mamilar
Fêmeas e machos têm mamilos (Puppy eyes image by Marfa Faber from Fotolia.com)

Como a maioria dos mamíferos, os cachorros tem glândulas mamárias independentemente do seu sexo. Em filhotes, é impossível determinar o sexo do cachorro pela inspeção dos mamilos. Assim que um filhote fêmea entra no seu primeiro ciclo de reprodução ou cio, você notará que seu peito se alargará, juntamente com os sinais comuns de uma vulva inchada e corrimento sanguíneo. Isso geralmente acontece quando ela está entre cinco e 12 meses de idade, dependendo da raça. Existem também algumas situações quando esse aumento é causado por alguma desordem mamária.

Outras pessoas estão lendo

Estrutura

As glândulas mamárias seguem em paralelo com o área do peito e estendem-se para a virilha. A fêmea pode ter até sete conjuntos de glândulas mamárias identificados como torácico cranial, torácico caudal, cranial abdominal, caudal abdominal e glândulas inguinais. O número pode variar dependendo da raça, com raças maiores geralmente tendo mais tetas que raças menores. Os peitos são feito de um tecido glandular complexo e seu mamilo correspondente. Cada um deles terá um número de ductos através dos quais o leite sai durante a lactação e amamentação.

Função

Como em todos os outros mamíferos, as glândulas mamárias das fêmeas funcionam como um veículo de entrega da nutrição de filhotes recém-nascidos. Nas primeiras 24 horas seguidas do parto, eles servem para passar os anticorpos da mãe para seus filhotes, secretando o colostro. Nas poucas primeiras semanas de vida, o colostro dá aos filhotes imunidade para várias doenças e aumenta suas chances de sobrevivência durante as críticas semanas iniciais.

Causas de aumento normal dos mamilos e glândulas mamárias

Aumento dos mamilos e glândulas mamárias acontece como uma resposta ao hormônio estrogênio. Níveis desse hormônio normalmente aumentam quando uma fêmea entra no cio, atingindo seu pico alguns dias antes da ovulação, e decresce gradualmente quando a ovulação se aproxima. Não é incomum para o peito de um cachorro aumentar durante, ou logo depois, do cio.

Aumento do peito também é um dos sinais de gravidez. Pela quinta semana de gestação, os donos notarão que os mamilos de sua cadela começarão a escurecer e aumentar de tamanho. O leite pode estar presente na nona semana, apenas alguns dias antes do parto.

Depois de dar a luz, a produção de leite aumenta para manter a demanda da ninhada. Entre as amamentações, o dono notará que o peito da cadela se torna mais cheio uma vez que são preenchidos com leite.

Desordens mamárias comuns

Algumas desordens mamárias também causam aumento de uma glândula de um cachorro. Pseudogravidez, ou falsa gravidez, é uma condição onde o corpo da cadela se comporta como se ela estivesse grávida, mesmo se um filhote não existir. Um efeito possível dessa condição é o aumento do peito e, ocasionalmente, a produção de leite.

Outra causa de peito alargado é a mastite, que se refere a inflamação e infecção das glândulas mamárias.

Tumores de glândulas mamárias, que podem ser benignos ou malignos, também causam alargamento do peito em cachorros afetados.

Tratamento

Pseudogravidez é uma ocorrência comum em cadelas e geralmente não requer nenhum tratamento.

A mastite pode ser tratada simplesmente com uma compressa quente e antibióticos.

Por outro lado, tumores de glândulas mamárias exigem cirurgia para remover as glândulas afetadas e requerem a realização de uma biópsia. A castração também é recomendada para prevenir futuras ocorrências. Quimioterapia também pode ser sugerida, especialmente em tumores agressivos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível