Como funciona um processador Mainframe de criptografia?

Escrito por micah mcdunnigan | Traduzido por elia regina previato
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona um processador Mainframe de criptografia?
Mainframes centralizam o poder de computação de uma rede (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Os mainframes eram a forma padrão de hardware de computação antes dos computadores pessoais. Eles centralizam o poder de computação do computador, o que multiplica os terminais de acesso. Por conseguinte, a unidade central controla os processos de criptografia dos terminais remotos.

Outras pessoas estão lendo

Mainframes vs. Servidores

Os mainframes são diferentes de servidores. Embora ambos sejam hardwares centralizados aos quais os terminais remotos se conectam, os mainframes podem operar em capacidade de processamento muito maior do que os servidores. Isso significa que um único mainframe pode fazer o trabalho de vários servidores.

Criptografia

A criptografia é o processo de ocultar o verdadeiro conteúdo de um documento em um código que é ilegível para alguém não sabe como decodificar as informações. Esses processos podem usar cifras simples, em que um caractere específico corresponde a algum símbolo ou caractere diferente, ou equações matemáticas complexas, que precisam ser resolvidas para revelar a informação. Muitas formas modernas de criptografia, como Pretty Good Privacy, exigem um processador de computador para executar tais equações.

Mainframes e processadores

Os mainframes não têm processador dedicado para criptografia. Em vez disso, diferentes terminais se revezam em turnos na CPU ou quando os processadores do mainframe realizam os cálculos dos programas que um dado terminal precisa executar. A criptografia não é diferente. O terminal envia ao processador do mainframe as equações necessárias para ele criptografar ou descriptografar as informações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível