Como funcionam as tarjas magnéticas dos cartões de crédito?

Escrito por tiesha whatley | Traduzido por gregory ciannella
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funcionam as tarjas magnéticas dos cartões de crédito?
Aprenda mais sobre as tarjas magnéticas dos cartões de crédito (3D Credit Card Shopping Cart With Giant Credit Card image by Scott Maxwell from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Introdução

A tarja magnética de um cartão de crédito está localizada no verso do cartão. Ela é responsável por armazenar dados e se comunicar com um leitor de cartão. A tecnologia foi criada pela IBM depois de ter sido encomendada pelo governo dos Estados Unidos como um sistema de segurança. Um engenheiro da IBM, Forrest Parry, surgiu com a ideia de colocar a fita magnética no verso de um cartão de plástico. Não demorou muito para o meio de armazenamento chegar a cartões de crédito e financeiras.

Tarja 1

Na verdade existem três tarjas magnéticas em cartões de crédito. A primeira é quase sempre utilizada e é a que a maioria dos leitores de cartões lê. A trilha 1 armazena 210 bites para cada 2,5 cm. Qualquer texto que precisa ser escrito na tarja magnética deve ser escrito na primeira faixa, porque é a única que pode conter esses dados. Ela consegue armazenar o número da conta principal, o nome do titular da conta, a data de validade do cartão, código de serviço, os dados discricionários (dados para verificar pin e código de segurança) e da verificação de redundância longitudinal (LRC).

Tarja 2

A segunda tarja é mais usada, e foi desenvolvida pela American Bankers Association. Ela só permite números e seis outros caracteres. Essa tarja armazena dados para o setor bancário e é usada em seus cartões de débito. Os dados incluídos nesta faixa são número da conta principal, data de validade, código de serviço, os dados discricionários e os de LRC.

Tarja 3

A tarja 3 quase nunca é utilizada. Muitas das grandes empresas como Visa ou MasterCard não a utilizam. Enquanto as outras duas faixas só podem ler dados, a terceira permite reescrever informações. Neste momento, a terceira faixa só é usada para armazenar informações para cartões não financeiros, tais como carteiras de motorista. Como ela é usada principalmente para carteiras de motorista, os dados contidos referem-se a características sobre o motorista. Nome, endereço e número da previdência social são armazenados nas tarjas um e dois. E na três são armazenados, altura, peso, sexo, cor de cabelo e cor dos olhos.

Como tudo se encaixa

Quando fizer uma compra e o cartão é passado, o leitor de cartão usa um programa chamado de captura de dados eletrônicos (EDC) que usa um modem para discar para a organização que, na verdade, autoriza compras por autenticar o pedido. Utilizando os dados da tarja magnética, a organização valida o pedido, certificando-se de que o cartão tem o suficiente do limite disponível para cobrir a compra. Ele também verifica se o cartão não foi reportado como perdido ou roubado. A uma velocidade de até 2.400 bps ou mais, o sistema volta com uma resposta, aceitando ou negando o pedido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível