Mais
×

Como fazer uma incubadora para ovos de galinha

Atualizado em 21 novembro, 2016

A melhor incubadora para um ovo de galinha fecundado é uma galinha choca. Sem ajuda do mundo exterior, os ovos são virados, mantidos em temperatura adequada e cuidados até eclodirem. Entretanto, uma boa galinha choca raramente aparece quando se necessita, e ela só pode chocar um certo número de ovos. Com a incubação artificial, você poderá manter tantos ovos quanto quiser (desde que a incubadora seja suficientemente grande) e vê-los eclodirem, proporcionando um aprendizado divertido para qualquer criança na vizinhança.

Instruções

Construa uma incubadora para ovos de galinha (Baby Chick One Day Old image by Steve Byland from Fotolia.com)
  1. Retire a tampa da caixa. Coloque a caixa sobre uma superfície plana, com um dos lados mais compridos para cima. Meça e marque 5 cm da borda, até o final, nesse lado, então corte o papelão dentro da área marcada, criando uma abertura emoldurada no lado comprido da caixa.

  2. Coloque o vidro sobre a abertura e prenda-o com fita adesiva. Prenda também as bordas do mesmo com a fita, para evitar que o ar entre ou saia. Esta será a janela de visualização da incubadora.

  3. Gire a caixa de modo que o vidro fique no fundo. Meça e faça um buraco para colocar o soquete da lâmpada, no lado da caixa oposto ao vidro. Certifique-se de que o soquete fique em direção à borda da caixa, não ao centro. O melhor é realizar um corte pequeno e aumentá-lo quando necessário; o soquete deve encaixar perfeitamente na abertura.

  4. Insira o soquete através do interior da caixa, passando o fio elétrico pelo buraco e puxando o soquete através dele. Fixe o soquete com fita e sele as bordas para que o ar não possa entrar nem sair. Atarraxe a lâmpada.

  5. Gire a caixa para que o vidro fique na parte dianteira e a lâmpada na parte traseira.

  6. Coloque o termômetro dentro da caixa, prendendo-o com fita adesiva. Coloque-o no mesmo lado da caixa que o soquete da lâmpada, porém, o mais longe o possível do mesmo. Certifique-se de que possa ver o termômetro através do vidro.

  7. Encha a forma de bolo com água e coloque-a na parte inferior da caixa.

  8. Coloque os ovos na caixa, ao lado da água.

  9. Atarraxe e acenda a luz. A lâmpada contribuirá para gerar e manter o calor dentro da caixa.

  10. Coloque a tampa e certifique-se que fique bem ajustada. Se a mesma ficar frouxa, cole com fita um pouco de material adicional ao longo das bordas interiores, para reduzir o espaço. Não prende a tampa com fita, já que precisará ter acesso aos ovos diariamente.

  11. Espere de três à cinco horas e verifique o termômetro. A temperatura dentro da caixa deve estar entre 40 e 41 graus. Se a mesma estiver abaixo de 40 graus, está entrando ar na caixa. Coloque mais fita no vidro e no soquete, ou troque a lâmpada por uma mais potente. Se a temperatura estiver acima de 41 graus, mude para uma lâmpada menos potente.

  12. Abra o caixa todas as manhãs e vire os ovos. Faça o mesmo à noite. A rotação do ovo ajuda o desenvolvimento adequado do pintinho; cada vez que você gira o ovo, o pinto em seu interior reajusta sua posição.

  13. Verifique o recipiente de água todos os dias para certificar-se de que não seque.

  14. Salpique os ovos com a água do recipiente pelo menos duas vezes por semana.

  15. Espere aproximadamente 22 dias para que os pintos saiam da casca.

Dicas

  • Você pode usar uma caixa grande de plástico ou de isopor, ao invés de uma caixa de papelão, se preferir.
  • Marque os ovos com um X de um lado e um O do outro, para que possa manter o controle da rotação dos mesmos.

O que você precisa

  • Uma caixa grande de papelão com tampa, como uma caixa de arquivo ou de depósito
  • Régua
  • Caneta
  • Tesoura
  • Uma painel de vidro ou Plexiglas, ligeiramente menor do que o lado maior da caixa de papelão
  • Fita adesiva clara
  • Lâmpada de 60 watts
  • Soquete para lâmpada com um cabo elétrico conectado
  • Termômetro grande não-digital
  • Forma de bolo
  • 6 ou mais ovos fecundados
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article