Informações sobre tubos de creme dental feitos de metal

Escrito por shelley moore | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os primeiros tubos de creme dental apareceram em cena na década de 1890, e originalmente eram feitos inteiramente de metal. Na década de 1940, devido à escassez de metal durante a II Guerra Mundial, era utilizada uma mistura de plástico e metal. Cem anos após sua invenção, tubos de creme dental tornaram-se totalmente fabricados de plástico como nós os conhecemos hoje.

Outras pessoas estão lendo

Linha do tempo

Um dentista de Connecticut chamado Dr. Washington Sheffield introduziu os tubos de pasta de dente de metal dobráveis em 1892. Sheffield também foi o provável inventor da pasta de dentes, embora a empresa Colgate faça reivindicações para essa conquista também. O dentista começou a usar creme dental na década de 1850 e começou a vender o Creme Dentifrício Dr. Sheffield comercialmente em 1870, após elogios contínuos de seus clientes. Sua companhia e a Colgate vendiam pasta de dente em frascos, e quando a Colgate mudou para tubos, chamaram o novo produto de Colgate Ribbon Dental Creme. Na Grã-Bretanha, em torno da mesma época, o creme dental Beecham também começou a ser vendido em bisnagas. Antes da pasta de dente, as pessoas comumente utilizavam pó de dente para limpeza dos dentes.

História

Sheffield teve a ideia para o tubo através de seu filho, que tinha viajado para Paris e viu artistas usando tinta a óleo de tubos de metal. Os primeiros tubos de creme dental eram feitos de estanho e chumbo e permaneceram basicamente os mesmos até a escassez de metal durante a II Guerra Mundial. O Conselho de Produção da Guerra limitava o consumidor em muitos tipos de metais, incluindo estanho, chumbo e alumínio, criando uma crise potencial na indústria de tubo de creme dental. Líderes da indústria de alumínio receberam aprovação para uma ideia de depósito de salvamento, onde consumidores poderiam comprar um novo produto de tubo se ele se transformasse em algum tipo de produto de metal usado. Durante a guerra, os fabricantes iniciaram a criação de tubos de pasta de dente de alumínio e plástico, enquanto a maioria do fornecimento de estanho e chumbo era para uso militar.

Considerações

Os fabricantes faziam tubos feitos completamente de plástico na década de 50 para loção bronzeadora, mas esse tipo de tubo de polietileno não funcionou para a pasta de dente, pois era muito poroso e reagia com ingredientes do creme dental. Eventualmente, todos os tubos de pasta de dente de plástico foram introduzidos na década de 90 e rapidamente substituíram a combinação de plástico-alumínio.

Benefícios

Tubos de plásticos têm uma vantagem funcional distinta sobre tubos de metal: os de metal são muito mais propensos a rasgar ou furar quando são enrolados do que os de plástico. A pasta de dente sai das perfurações, o que faz muita sujeira e bagunça. A pasta também pode secar com o ar entrando no tubo.

Considerações

Tubos de metal possuem algumas vantagens os de plásticos. Eles se enrolam de baixo para cima com maior facilidade e, por causa disso, são menos propensos a extrair o ar para dentro, pois a pasta fica colocada na abertura superior. Tubos de metal são ainda usados para tinta a óleo e certos géis contendo produtos farmacêuticos e suplementos, para evitar que o ar fique no topo. O ar pode secar o produto, ou pode causar oxidação, que pode resultar em alguma degradação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível