Conhecimento

Jardinagem em vasos e terrários

Escrito por patricia telesco | Traduzido por luigi bahia
Jardinagem em vasos e terrários

Um terrário é uma espécie de estufa em miniatura

greenhouse image by Paulo Ribeiro from Fotolia.com

Pessoas com espaço limitado para jardinagem frequentemente adotam a técnica em vasos para poder desfrutar de ervas frescas, flores e vegetais em vários locais como caixas ou parapeitos de janela, ou até vasos suspensos na varanda. Terrários consistem em um tipo de jardinagem em vasos que utiliza recipientes transparentes com uma tampa, abrigando várias plantas. Terrário significa "pequeno mundo", pois o recipiente se torna um sistema automantido onde a vegetação cresce sem a necessidade de regas frequentes. Estes minijardins são elementos decorativos de alto impacto ao redor de uma casa.

Outras pessoas estão lendo

História

A jardinagem em recipientes remete a milhares de anos. Os antigos Gregos e Romanos usavam vasos em seus jardins, assim como vários monastérios e reis medievais, como Henrique VIII. Terrários modernos originaram com o Doutor N.B. Ward, um médico que viveu em Londres no século XIX e era apaixonado pela jardinagem. Ele escreveu um livro sobre seus estudos de cultivo em recipientes no ano de 1842 chamado "On the Growth of Plants in Closely Glazed Cases". O Dr. Ward continuou sua pesquisa e desenvolveu caixas Wardianas, recipientes de vidro para o cultivo de plantas. Este tipo de plantio era bastante popular durante a era Vitoriana.

Comparação

Jardins que se valem de vasos requerem regas constantes, ao contrário de terrários, os quais são muito mais autosustentáveis. Tanto a jardinagem em vasos quanto em terrários é normalmente limitada em tamanho baseado no espaço disponível, mas isto faz parte da função para a qual foram desenvolvidos: flexibilidade. Vegetais crescem melhor em vasos abertos, onde podem ser facilmente colhidos. Terrários e as plantas nestes contidas são tipicamente mais decorativos do que funcionais.

Vasos e plantas

Ao contrário de outros jardins contidos, que utilizam de qualquer coisa desde blocos de concreto e caixas de madeira até pneus velhos, fazer um terrário requer um recipiente transparente. Velhos aquários e tanques de vidro constituem opções ideais e baratas. Lojas de jardinagem oferecem vários recipientes adequados para o estabelecimento de um terrário, incluindo caixas com tampas de encaixe perfeito. Em relação ao que cultivar, várias plantas se dão muito bem em um terrário. Alguns exemplos incluem violetas, samambaias, gaultérias e musgo. Se você estiver planejando cultivar flores e plantas maiores, passe para a jardinagem em vasos. Use um balde, um vaso de xaxim, um barril de madeira ou qualquer recipiente que se adequar ao seu espaço. Assim como o terrário, vasos carecem de uma ótima drenagem de solo para evitar o apodrecimento das raízes.

Características

Além do recipiente de vidro, não há outra característica comum aos terrários. A base do recipiente é revestida com cascalho para garantir uma boa drenagem, sendo este superposto por uma camada de solo estéril, o qual reduz a chance de infecções por patógenos e infestações de insetos. O musgo se mantém sobre o solo como uma barreira de umidade e plano de fundo para as outras plantas. Jardins de vasos têm seu conteúdo contido por paredes externas de materiais variados, mas não apresentam tampa. Algumas pessoas criam jardins suspensos para facilitar a manutenção das plantas. Como no terrário, a camada inferior dos recipientes é revestida com cascalho ou areia, sendo superposta por substrato e composto para a nutrição e cultivo adequado das plantas.

Considerações

Terrários devem ser compostos de vidro transparente e não tingido, pois o recipiente precisa de luz para criar o ambiente de estufa. Em termos de escolha de plantas, evite as invasivas, como o hortelã. Ao desenhar um terrário que possa ser apreciado de todos os ângulos, coloque as plantas maiores no centro rodeadas de vegetação de menor estatura, como um paisagismo em pequena escala. Comece com poucas plantas e evite amontoar os vegetais, pois eles precisam de espaço para crescer. Você pode mover vasos para onde recebam luminosidade adequada para o tipo de plantas que você escolheu. Assim como em um terrário, as plantas precisam de espaço para crescer e, portanto, não plante-as muito próximas umas das outras, semeando-as de acordo com as instruções do produtor.

Rega e cuidados

Após o plantio de seus vegetais em um vaso ou terrário, é necessário conduzir as regas. O solo deve sempre estar úmido, mas não molhado. Água demais causa doenças radiculares e frequentemente mata as plantas. Após a rega, mova o recipiente para uma área com luz suficiente. Por exemplo, um recipiente com tomates precisa de iluminação intensa em um local bem ensolarado pelo menos seis horas por dia. Após regar o terrário, coloque a tampa e disponha o recipiente em um local ensolarado que receba luz à meia sombra. O terrário deve ser regado uma vez por mês ou quando não houver sinais de condensação nas paredes. Pode periodicamente as plantas para mantê-las em tamanho adequado ao terrário.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media