Como usar o Javascript com automação OLE

Escrito por joy prescott | Traduzido por davi espindola
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como usar o Javascript com automação OLE
JScript é poderoso o suficiente para seus propósitos pretendidos (keyboard image by red2000 from Fotolia.com)

JavaScript, uma linguagem de internet multiplataforma simples, lhe permite controlar as aplicações por meio da automação, que a Microsoft costumava chamar de automação OLE, de dentro de seu script. Por exemplo, você pode usar o script para abrir um documento do Word ou uma planilha Excel. O pacote Office expõe milhares de objetos, métodos e propriedades para os desenvolvedores através do seu modelo de objeto - assim como centenas de outras aplicações. Os passos abaixo usam JScript, que é a implementação da Microsoft do JavaScript, para acessar esses objetos, chamados de objetos ActiveX.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Editor de código fonte, como o editor interno do Microsoft Visual Studio
  • Microsoft Word

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Defina uma variável de objeto. O JScript não necessita de definições explícitas de variáveis​​, portanto, use a seguinte convenção:

    var wdApp = new ActiveXObject("Word.Application");

    Depois de criar o objeto na próxima etapa, refira-se a ele no código usando a variável de objeto que definiu.

  2. 2

    Use a função de construtor "ActiveXObject ()" para criar uma interface de vinculação dinâmica (a vinculação estática não é possível no Jscript) para um objeto, usando a seguinte sintaxe geral:

    var objVar = new ActiveXObject(class[, servername]);

    onde "objVar" identifica uma variável para armazenar a referência para o objeto instanciado, "class" usa a sintaxe "library.object", onde "library" é o nome do aplicativo (por exemplo, Word ou Excel) ou biblioteca que contém o objeto, e "objeto" é o tipo ou classe de objeto que estiver sendo criado. "Servername" (opcional) identifica o nome do servidor onde o objeto se encontra.

  3. 3

    Use a função "GetObject ()" em vez da função "ActiveXObject ()" se existir uma instância atual de um objeto ActiveX. Sua sintaxe geral é como segue:

    var objVar = GetObject([pathname][, class

    onde "objVar" identifica uma variável para armazenar a referência para o objeto instanciado, "pathname" é o caminho completo e o nome do arquivo que contém o objeto ActiveX, e "class" identifica a classe do objeto, usando uma string, e é idêntica ao primeiro argumento da função "ActiveXObject ()". "Class" usa a sintaxe "library.object".

  4. 4

    Use o método "Quit () "do objeto "Application" do programa para livrar-se de uma instância do aplicativo quando você terminar de manuseá-la, para liberar a memória ocupada pela instância do objeto. Ao lidar com modelos de objetos pesados ​​(por exemplo, o Microsoft Word) e instâncias de aplicações, fique de olho nos recursos do sistema, para que seu desempenho não sofra. Por exemplo:

    var wdApp = new ActiveXObject("Word.Application"); wdApp.Quit(); // liberar memória

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível