Mais
×

Como lidar com um gato bravo

Atualizado em 21 novembro, 2016

Gatos que foram traumatizados ou abusados podem agir similarmente a um humano em uma situação ruim: eles podem ficar bravos. Um gato bravo se esconderá, evitará o contato humano, rosnará e, se encurralado, poderá até mesmo morder ou arranhar. Às vezes, seu próprio gato pode começar a apresentar um comportamento antissocial e hostil, o que pode ser o resultado de uma doença ou mudanças no ambiente do animal. A melhor maneira de lidar com um gato bravo é oferecer uma atmosfera consistente, quieta e gentil para permitir que ele se acalme ou comece a confiar em você aos poucos.

Instruções

Um gato que sofre abuso pode ser tornar bravo e não querer ser tocado (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

    Instruções

  1. Se um gato normalmente feliz começa a se comportar agressivamente, isso pode ser o resultado de uma doença subjacente. Leve o gato ao veterinário para fazer exames.

  2. Use brinquedos para interagir com seu gato. Se um gato apresenta agressividade apenas ao brincar, ele provavelmente foi retirado de sua mãe muito cedo. A mãe e os irmãos ensinam o gatinho a não deixar suas unhas para fora ao brincar. Se o seu gato está te arranhando enquanto vocês brincam, amarre uma pena em um bastão e mantenha suas mãos fora de alcance.

  3. Permita que o gato tenha tempo de ser ajustar ao novo ambiente. Se você acabou de se mudar ou mudou, de qualquer maneira, o ambiente do gato, ele pode apresentar agressividade ou um comportamento bravo. Espere as coisas se acalmarem e ofereça um espaço calmo, seguro e afastado para seu gato ficar longe de qualquer atividade extraordinária acontecendo na sua casa.

  4. Deixe o gato ir até você. Nunca desafie ou tente segurar ou prender um gato bravo. Ele terá mais medo e poderá arranhar ou morder.

  5. Alimente e cuide de seu gato constantemente e de forma consciente.

  6. Procure por sinais de medo. Um gato assustado ou bravo abaixar as orelhas, mexer a cauda, rosnar ou grunhir. Se o gato o encarar com as pupilas dilatadas, ele pode estar assustado. Evite contato com o animal quando ele apresentar esses comportamentos.

  7. Mantenha o mínimo de barulho ao redor do gato. Barulhos altos, vozes bravas e crianças turbulentas traumatizarão ainda mais o animal.

  8. Evite tentar disciplinar o animal. Usar pulverizadores ou gritar com o gato para discipliná-lo fará com que ele tenha medo e não confie em você.

  9. Cuide de outro gato que esteja bem em frente ao animal bravo. Se você possui outro gato que esteja feliz, acariciá-lo na presença de animais traumatizados mostrará que você é confiável.

  10. Acaricie e dê palmadinhas gentis no gato quando ele se aproximar. Não faça muito estardalhaço quando os animais começarem a gostar mais de você. Fale em um tom baixo e ofereça uma ou duas carícias gentis e vagarosas até que o animal se sinta confortável ao ser tocado.

Dicas

  • Tenha paciência. Gatos podem levar um longo período para ganhar confiança após terem sido abusados.
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article