Como medir o ruído em um circuito elétrico

Escrito por natasha parks | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como medir o ruído em um circuito elétrico
Antes de minimizar o ruído é preciso medi-lo (circuit image by veroji from Fotolia.com)

Os "ruídos" elétricos abrangem uma série de mudanças naturais e artificiais elétricas ou distúrbios nos equipamentos analógicos, como os amplificadores. Uma das tarefas dos engenheiros é reduzir esse ruído excessivo e indesejado o mais baixo possível nos circuitos. Saber como fazer isso significa identificar ruídos adicionais desnecessários. Quando é possível diminuir o nível o mais próximo possível de zero, o circuito é capaz de processar sinais eletrônicos com a máxima eficiência. Cada circuito tem uma "figura de ruído", que define o limite mais baixo de um sinal confiável.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • UEE, por exemplo, amplificador linear
  • Fonte de ruído
  • Medidor da figura de ruído
  • Calculadora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Especifique a largura de banda em que o ruído indesejado e em excesso será medido. Configure-o para uma faixa mensurável que não cause desconforto aos ouvidos. Ignore todas as outras frequências durante o cálculo para tornar o processo mais claro e simples. A faixa de frequência razoável a ser medida é de 1 Hertz.

  2. 2

    Configure ou prepare o circuito existente usando um amplificador linear. Meça o ganho do equipamento ao longo da largura de banda de interesse utilizando o medidor de valor. Meça o sinal no ponto de partida e de destino do amplificador e calcule o ganho, que é o sinal de saída subtraído pelo de entrada. Anote o valor.

  3. 3

    Introduza uma fonte de ruído, como o ruído térmico, um ruído "branco" que depende de temperatura -- também conhecido como "Ruído de Johnson" -- que é produzido a partir de flutuações imprevisíveis na tensão ou na corrente, na unidade em ensaio (UEE), tal como o amplificador. Garanta que a fonte de ruído produza um sinal na faixa de frequências requerida ou ela não poderá ser detectada.

  4. 4

    Calcule o ruído do amplificador em volts a partir do seu valor de ganho usando uma calculadora e a equação: a tensão é igual à raiz quadrada de quatro vezes a constante de Boltzmann -- 1,374 multiplicado por 10 para menos 23 Joules por Kelvin -- multiplicado pela temperatura da configuração, a resistência do amplificador em ohms e a largura de banda selecionada.

  5. 5

    Utilize um medidor de figura de ruído para medir o ruído aleatório dentro do circuito na frequência definida. Esse valor é a saída de energia total menos a conhecida a partir da fonte de ruído. O valor calculado representa a quantidade de ruído indesejado que está sendo gerado internamente através do circuito como um resultado direto do amplificador. A potência do ruído é medida em minutos decibéis.

Dicas & Advertências

  • Tenha cuidado com as unidades e as potências durante os cálculos. A temperatura ambiente -- da configuração do circuito -- mede cerca de 290 graus Kelvin, então use-a como base para a medição.
  • Certifique-se de que as tensões estejam seguramente isoladas e aterradas antes de ligar os circuitos. Use um transformador para diminuir qualquer tensão elevada, tal como fontes de energia domésticas de 120 volts. A eletricidade é perigosa, quando usada de forma inadequada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível