Método de costura à francesa

Escrito por nicole whitney | Traduzido por rúben carlos esteves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Método de costura à francesa
Um manequim é uma ferramenta importante no modo de drapejar à francesa (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Existem muitas maneiras de fazer um molde de costura. O mais elogiado entre os costureiros é o método francês de drapejar com padrões. O método francês é ensinado em escolas prestigiadas e em institutos de moda. Esse método inclui a utilização de um vestido para replicar as medidas do corpo da pessoa que usará a roupa e a simples prática de alfinetar e dobrar o tecido, para ajustá-lo.

Outras pessoas estão lendo

Esboço

Drapejar o molde significa "moulage", em francês e em português, tanto o processo quanto o molde são designados por "moulage". Os materiais que você precisa para fazer o molde são: tecido de musselina, tesoura, alfinetes, marcadores e um manequim. Você precisará aplicar os alfinetes diretamente no tecido que está no manequim, logo não necessitará costurar até transferir o molde feito em musselina para o tecido final.

Moldes e manequins

Muitas pessoas começam costurando a partir de moldes de papel liso, sem usar um vestido. Esse processo funciona para quem sabe fazer os cálculos necessários para criar um molde de papel, mas usando o método francês você visualiza o vestido à medida que ele é concebido e, para isso, precisa de um manequim. Os manequins modernos são compostos por formas do corpo em plástico cobertos de roupa, o que permite aplicar os alfinetes, fazendo com que se ajuste o manequim e o caimento da roupa à medida em que completa o design do molde. Muitos dos manequins são ajustáveis, possibilitando alterar o tamanho e a altura sem ter de comprar um novo.

Método de costura à francesa
Alfinetar os moldes em um manequim o ajuda a ajustar o vestido (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Começando um projeto

Antes de iniciar qualquer projeto de costura, tenha um design em mente. Os rascunhos ajudam a manter esse design, ao invés de confiar apenas na memória. Logo que tiver um design, junte os materiais necessários. Certifique-se de que você tenha musselina suficiente para criar uma réplica do vestido, sendo que esses pedaços de musselina tornam-se um molde do seu tecido final. Marcadores são essenciais para desenhar anotações, como os locais onde vai colocar os alfinetes. Considerando que nesta fase existe pouca ou nenhuma costura, os alfinetes segurarão os tecidos no lugar. É recomendável o uso de um ímã para segurar os alfinetes e para pegá-los do chão. Antes de começar, corte uma amostra de tecido de musselina para ter pedaços com os quais vai trabalhar. Se precisar de outros ajustes, eles serão feitos no manequim.

Alfinetando e drapejando

Comece a drapejar alfinetando o primeiro pedaço da malha de baixo valor no manequim. Por exemplo, prenda com alfinetes um pedaço de uma saia às costas da forma do vestido ao longo da linha central. Isso fornecerá uma imagem da costura. Enrole a musselina em volta do modelo e prenda o resto no lugar com alfinetes. Faça dardos, para alterar o ajustamento da roupa dobrando e alfinetando a musselina. Esse processo é designado como drapejamento francês. Continue até a roupa estar no lugar e você se sentir confortável em vesti-la.

Usar a moulage

A moulage terminada é usada como padrão. Certifique-se de marcar os dardos ou outros ajustes com a caneta diretamente na musselina, antes de remover os alfinetes. Alfinete ou trace os pedaços de musselina no tecido e corte o material. O método de drapejamento que você fez durante o processo de fabricação do molde assegurará um bom ajustamento da roupa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível