Os perigos das bolas de naftalina

Escrito por jennifer uhl | Traduzido por ricardo castiglioni

As bolas de naftalina, feitas para afastar traças em áreas onde elas possam causar danos, são perigosas para os animais quando ingeridas, pois contêm duas toxinas, naftaleno e paradiclorobenzeno. Se o animal de estimação for exposto a bolas de naftalina contendo qualquer uma dessas duas toxinas, procure assistência veterinária imediata.

Naftaleno

Naftaleno é uma toxina também encontrada em cristais de naftalina, bolos de naftalina e desodorizantes de banheiros. Ela é aproximadamente duas vezes tão tóxica como o paradiclorobenzeno. Em muitos produtos de naftalina, o uso de naftaleno está sendo substituído em favor de paradiclorobenzeno, mas ambas são substâncias tóxicas capazes de serem nocivas para os animais.

Paradiclorobenzeno

Paradiclorobenzeno -- normalmente encontrado em baldes de fralda, desodorantes de banheiro, cristais e bolos de naftalina -- é um tipo de inseticida organoclorado que faz mal aos animais. A sua ingestão pode causar excitação nervosa central, convulsões e danos ao fígado.

Sinais de toxicidade de bolas de naftalina

Sinais e sintomas de toxicidade de bolas de naftalina em cães ou gatos incluem vômitos e convulsões. O animal pode ter cheiro de naftalina ao redor da boca ou na respiração e vomitar. A anemia de corpo de Heinz, um tipo que afeta as inclusões nas células vermelhas do sangue, causa um aumento na frequência cardíaca e palidez. Se ocorrer metemoglobinemia, a gengiva ficará azul ou marrom. Se o dano hepático for sustentado, ou ocorrer inflamação do fígado, perda de apetite, letargia, diarreia, vômitos e icterícia podem ocorrer.

Recomendações

Após suspeitar de toxicidade de bola de naftalina em um animal de estimação, não provoque o vômito. Procure assistência veterinária imediatamente. Se o bichinho chegar dentro de 30 a 60 minutos após a ingestão da bolinha de naftalina, o veterinário poderá realizar lavagem gástrica, um bombeamento de estômago ou técnica de irrigação gástrica. O veterinário poderá administrar carvão ativado.

Prognóstico

O prognóstico para a toxicidade de bolinha de naftalina depende da toxina envolvida e a quantidade ingerida. O animal deve ser monitorado e tratado adequadamente para convulsões, anemia, metemoglobinemia e doença hepática.