Por quanto tempo pode-se tomar erva-de-são-joão?

Escrito por neal litherland | Traduzido por aline cortez
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por quanto tempo pode-se tomar erva-de-são-joão?
A erva-de-são-joão pode ajudar a combater a depressão leve (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

História

A erva-de-são-joão é um arbusto perene que dá flores amarelas. Seu uso como erva medicinal vem desde a antiguidade grega e céltica, quando era frequentemente utilizada em cerimônias religiosas. Ela tem esse nome por florescer perto da data de nascimento de João Batista.

Uso

Diz-se que erva-de-são-joão é benéfica para pessoas que sofrem de depressão. Ainda que não seja a melhor opção para tratar uma depressão profunda, a erva muitas vezes atua como um substituto legítimo para os que têm depressão leve, mas não querem tomar medicamentos que precisem de receita médica. Contudo, a erva apresenta alguns efeitos colaterais, como cansaço e dor de estômago, e muitas vezes aumenta a sensibilidade da pele e dos olhos à luz solar.

Tempo

Mesmo tendo alguns efeitos colaterais, não há período definido para o uso da erva-de-são-joão. Se você não apresentar efeitos colaterais e sentir que ainda precisa das suas propriedades de alívio da depressão, é relativamente seguro usá-la por quanto tempo for necessário. Entretanto, mulheres grávidas e pessoas com problemas sanguíneos ou cardíacos devem informar o médico sobre a decisão de tomar a erva-de-são-joão. Muitos dos que tomaram a erva para depressão relataram que em certo ponto não sentiram mais necessidade dela e deixaram de tomá-la. O tempo, contudo, não é universal e, como com a maioria dos remédios, é diferente de pessoa para pessoa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível