Como procriar peixes-papagaio

Escrito por brenton shields | Traduzido por vanessa santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como procriar peixes-papagaio
Peixe-papagaio (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Peixes-papagaio são peixes tropicais ciclídeos que resultaram de vários cruzamentos de ciclídeos na década de 80. Eles têm se tornado muito comuns no comércio de animais de estimação e são conhecidos pelo corpo arredondado e pela coloração vermelha. Os machos costumam ser inférteis, o que faz com que a procriação seja quase impossível. No entanto, estes peixes estão sendo procriados com sucesso e de forma mais efetiva em aquários residenciais, devido ao esforço que vem sendo empregado. A procriação destes peixes será relativamente fácil se houver um macho fértil, mas pode ser necessário fazer várias tentativas com muitos machos diferentes até que ocorra uma procriação bem-sucedida.

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Um casal de peixes-papagaio
  • Aquário com capacidade de 115 litros
  • Cascalho
  • Filtro de aquário
  • Anticloro
  • Aquecedor de aquário
  • Vaso de plantas de cerâmica
  • Aquário com capacidade de 40 litros
  • Bomba de ar
  • Tubulação de ar
  • Pedra de ar
  • Comida para filhotes
  • Rede de náilon

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Monte um tanque de criação para os ciclídeos. O tanque deve conter 115 L de água filtrada e sem cloro e uma camada de 5 cm de cascalho no fundo, além de estar aquecido entre 24º C e 28º C. Coloque o vaso de plantas no fundo do aquário para que a fêmea coloque seus ovos nele.

  2. 2

    Coloque o casal de peixes no tanque. Esta espécie expressa pouco interesse sexual e dificilmente ocorre a copulação. Machos têm barbatanas pontiagudas e podem ser maiores do que as fêmeas da mesma idade. Considere levar o peixe a um criador para determinar o sexo de forma adequada.

  3. 3

    Espere o peixe desovar. Eles se esfregarão um no outro no momento da copulação. Este processo pode demorar várias semanas. A fêmea botará os ovos no topo do vaso, simulando uma caverna embaixo d'água.

  4. 4

    Espere uma semana até os ovos eclodirem e observe atentamente. Se eles começarem a esbranquiçar ou desenvolver fungos, isto significa que são inférteis e talvez os peixes adultos os comam. Neste caso, você terá de esperar que eles tentem de novo. Se os ovos continuarem inférteis por mais três tentativas, mude o macho e continue o processo até conseguir ovos férteis, que eclodirão entre três e sete dias.

  5. 5

    Encha o aquário menor com água sem cloro para manter os filhotes. Este aquário não precisa de decoração nem de cascalho.

  6. 6

    Conecte uma ponta do tubo de ar na saída da bomba de ar e a outra ponta na pedra de ar. Coloque a pedra de ar no aquário dos filhotes com a bomba de ar ativada para arejar a água.

  7. 7

    Transfira os recém-nascidos para o aquário com a rede de náilon. Provavelmente, os pais não atacarão os filhotes, mas usar um aquário diferente garantirá a segurança deles.

  8. 8

    Alimente-os com comida para filhotes por algumas semanas, até que estejam grandes o bastante para aceitarem a comida normal. Remova possíveis peixes mortos para evitar uma grande concentração de amônia. Coloque-os em aquários maiores quando atingirem 1,5 cm. Eles atingirão a idade fértil quando tiverem entre 5 e 7 cm de comprimento.

Dicas & Advertências

  • Substitua o macho por qualquer outro tipo de ciclídeo se não conseguir ovos férteis. A fêmea pode cruzar com outros tipos de ciclídeos sem problema algum, e ainda pode acabar gerando alguns peixes-papagaio.
  • Não coloque o casal junto a outros peixes quando estiver tentando procriar. Os peixes-papagaio convivem harmoniosamente com outros tipos de peixes, mas deixar os dois sozinhos pode ajudar na procriação.
  • Não use filtro no aquário dos filhotes. O filtro pode sugá-los e acabar matando-os. Ao invés do filtro, use uma pedra de ar, e troque em torno de 1/4 da água a cada dois dias para mantê-la livre de impurezas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível