Como fazer seu próprio programador de EEPROM

Escrito por dave maddox Google | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer seu próprio programador de EEPROM
Os chips EEPROM do BIOS de uma placa-mãe podem ser programados usando equipamento barato (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Para atualizar e alterar o software em produtos eletrônicos não são necessários equipamentos caros. Os amadores podem comprar kits de programador de EEPROM (do inglês Electrically-Erasable Programmable Read-Only Memory, "Memória programável elétricamente apagável somente de leitura") que funcionam com um PC comum com Windows e programar muitos dispositivos. Esses dispositivos são chips que contêm software ou dados prontos para serem usados quando o aparelho é ligado. Custando um pouco mais, existem módulos de programação por software que concorrem com os sistemas "stand-alone" profissionais. Com um sistema de programação baseado em PC, amadores e engenheiros podem atualizar chips de software para carros, placas-mãe de PCs e outros equipamentos, e carregar software de projetos em áreas como a robótica.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • PC com Windows
  • Módulo de programação, como o Willem PCB50B, Transitronics Pocket
  • Kit de programador 3 Xeltek SuperPro M ou CK1707 da Carl's Electronics
  • Software de programação para o módulo usado
  • Cabo USB ou paralelo (de impressora)

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Instale no PC o software fornecido pelo fabricante do módulo de programação.

  2. 2

    Conecte o módulo de programação usando o cabo USB ou paralelo.

  3. 3

    Se necessário, conecte o adaptador de energia do módulo de programação.

  4. 4

    Selecione o tipo de chip que será programado no software.

  5. 5

    Carregue na memória do software o arquivo de dados a ser programado.

  6. 6

    Instale o chip no socket regular ou ZIF (do inglês Zero Insertion Force, "força de inserção zero") do módulo de programação.

  7. 7

    Comece com a programação e verificação do chip usando o software.

Dicas & Advertências

  • Selecione um módulo de programação com um socket ZIF (do inglês Zero Insertion Force, "força de inserção zero") ou adicione um a um kit, para programar em uma quantidade maior.
  • Certifique-se de que o módulo de programação selecionado seja compatível com todos os tipos de chips que você planeja programar.
  • Os kits simples oferecem alguns riscos. Eles podem programar chips e fazer verificações básicas dos dados armazenados neles, usando frequentemente uma fonte de energia do PC. Tentar programar um chip EEPROM defeituoso pode danificar o PC.
  • Se você selecionar um módulo de programação básico com conexão por porta paralela, certifique-se de que o PC que será utilizado tenha uma porta disponível. O kit precisará dela para a transferência síncrona de dados e para o envio de tensões para a programação. Não use um conversor de USB para porta paralela, pois assim não obterá a energia e a sincronização requeridas para programar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível