Quais são as causas da carbonatação do concreto?

Escrito por matt scheer | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são as causas da carbonatação do concreto?
O concreto passa pelo processo de carbonatação (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Assim que o concreto se forma, o dióxido de carbono do ar reage com o hidróxido de cálcio e forma o carbonato de cálcio em um processo conhecido como carbonatação. A carbonatação tem efeitos positivos e negativos no concreto, em particular na sua variedade reforçada que conta com barras de aço acopladas, placas ou grades.

Outras pessoas estão lendo

Variáveis

O processo de carbonatação cria carbonato de cálcio a partir da superfície do concreto em contato com o ar e, a partir dela, passa a ocorrer até a parte mais baixa. Diversos fatores afetam a taxa de penetração da carbonatação: a densidade, umidade e porosidade do concreto são algumas das principais. A razão água-cimento do concreto muda a taxa de carbonatação: quanto mais água, mais rápida a reação. O mesmo é válido para a porosidade. Se o concreto estiver rachado, a penetração ocorrerá mais profundamente.

Vantagens

A carbonatação melhora as forças tensora e compressiva do concreto. Ela também reduz a porosidade de concreto denso e compacto, protegendo-o contra a água e a infiltração de íon de cloreto, que podem corroer o aço colocado no concreto reforçado. Estas vantagens devem ser lembradas, pois a carbonatação é um processo inevitável pelo qual o concreto deve passar.

Desvantagens

O maior perigo da carbonatação do concreto é o efeito no aço integrado. Ela reduz a alcalinidade do concreto. A alta alcalinidade, no entanto, protege o aço da corrosão. Em um pH menor que 10, a corrosão pode começar a ocorrer. Concreto reforçado que tenha sido inteiramente penetrado pela carbonatação provavelmente cairá abaixo deste limite, o que expõe a vergalha integrada à ferrugem.

Detecção

Todo concreto que você pode ver passou por alguma quantidade de carbonatação, mas é impossível dizer apenas observando a superfície qual a profundidade alcançada pelo processo. Engenheiros podem furar um pequeno buraco no concreto e tratar a área mais profunda exposta com fenolftaleína, que assume as cores rosa ou roxa em altas alcalinidades. Onde quer que o concreto mude de cor, é o local em que a carbonatação ainda não ocorreu.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível