Educação e ciência

Quais tipos de comprimentos de onda são os menores?

Escrito por chris burke | Traduzido por ricardo soares
Quais tipos de comprimentos de onda são os menores?

A alta energia dos raios-X permite que os médicos usem-nos para visualizar ossos quebrados

Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images

O espectro eletromagnético contém a variação completa de frequências da radiação eletromagnética. O espectro amplamente separado em comprimentos de onda diferentes que, teoricamente, poderiam ser tão longos quanto o universo ou infinitamente pequenos. As ondas com comprimentos de onda diferentes têm propriedades diferentes, permitindo que as pessoas usem-nas para propósitos diferentes. As ondas mais longas utilizadas são as de rádio, e as mais curtas são as de raio gama, com muitos outros tipos entre elas.

Outras pessoas estão lendo

Raios gama

Os raios gama possuem os menores comprimentos de onda do espectro eletromagnético, com um alcance de cerca de um trilionésimo de um metro ou menos. Os raios gama resultam dos núcleos dos átomos que se dividem ou se fundem, e possuem energia extremamente alta e podem danificar ou matar células vivas. Eles são semelhantes aos raios-X, e a principal diferença entre os raios-X e raios gama é a sua origem, em vez de suas propriedades específicas. Como o comprimento de onda dos raios gama é muito pequeno, eles agem como partículas, ao invés de ondas e, muitas vezes, ao invés de falar sobre o comprimento de onda dos raios gama, os cientistas falam sobre sua energia.

Raios-X

Os raios-X estão no seguinte menor comprimento de onda no espectro eletromagnético, após os raios gama, e possuem um comprimento de onda inferior a um bilionésimo de um metro. Eles não têm limites para o quão pequeno é o seu comprimento de onda e, então, um raio-X poderia ter um comprimento de onda tão pequeno quanto o raio gama. Os raios-X resultam de um elétron escapando do núcleo que orbita e, semelhantemente aos raios gama, possuem comprimentos de onda tão pequenos que chegam a agir, em algumas maneiras, como partículas, em vez de ondas.

Raios ultravioleta

Os raios ultravioleta têm o terceiro menor comprimento de onda no espectro eletromagnético, com comprimentos de onda que vão de 400 nanômetros a 10 nanômetros. Os cientistas dividem o espectro ultravioleta em 3 seções: ultravioleta próximo, ultravioleta médio e ultravioleta extremo. O ultravioleta extremo tem o menor comprimento de onda, estando entre 120 a 10 nanômetros; o ultravioleta médio possui um comprimento de onda de 300 a 120 nanômetros; e o ultravioleta próximo tem um alcance de 400 a 300 nanômetros.

Luz visível

A luz visível, que é a luz que os humanos podem ver a olho nu, possui o quarto menor comprimento de onda, e tem um comprimento de onda que vai de 750 a 400 nanômetros. Os comprimentos de onda diferentes nesse espectro aparecem como cores diferente ao olho humano, com o comprimento de onda mais longo aparecendo como vermelho e o menor como violeta. Entre essas duas variações, do maior ao menor são: laranja, amarelo, verde e azul.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media