Sobre peitorais de cavalos

Escrito por bonnie conrad | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre peitorais de cavalos
Um bom peitoral pode segurar sua sela em posição correta (Horse Riding Girl - Horse stopped in front of obstacle image by Kradsmit from Fotolia.com)

Se você cavalga o seu próprio cavalo ou o de outra pessoa, não importa, em ambos os casos é preciso familiarizar-se com as muitas peças de arreamento usadas no mundo equestre. Por exemplo, existem muitos tipos diferentes de peitorais ou coleiras, desde cilhas ou barrigueiras, destinadas a segurar firmemente a sela na posição correta, até cilhas destinadas a auxiliar no treinamento. Um tipo de peitoral, o cabresto, também pode ser usado como parte do treinamento de condução, além de ser uma forma de corrigir maus hábitos.

Outras pessoas estão lendo

Peitorais

Muitos cavaleiros acham que suas selas tendem a deslizar para trás enquanto cavalgam, particularmente se estão subindo e descendo morros. Atar um peitoral à sela pode prevenir esse deslizamento e deixar o cavaleiro mais seguro. Se você estiver cavalgando um Western ou um English, existem alguns excelentes peitorais no mercado. Eles destinam-se a conectar as argolas da frente da sela com o cinturão, ajustado através da argola inferior do peitoral. Mas não importa o tipo de peitoral escolhido, o importante é ajustá-lo de maneira adequada -- deve-se impedir que a sela deslize para trás, mas ela não deve ficar tão apertada a ponto de impedir o movimento dos ombros do animal.

Peitorais de cavalos de trabalho

Mesmo em tempos modernos, muitos cavalos são usados em trabalhos agrícolas, e são os peitorais que lhes facilitam puxar arados ou charruas através dos campos. Esses peitorais são colocados sobre o pescoço do animal, com correias que vão da brida, passam através de argolas, até finalmente chegarem às mãos do agricultor.

Cilhas

As cilhas são semelhantes aos peitorais, já que são presas à sela, mas geralmente esses equipamentos são usados para treinamento. Algumas cilhas são destinadas a conectar as rédeas laterais à sela, para ajudar o cavalo a direcionar adequadamente a cabeça e a se movimentar no enquadramento correto. Outras cilhas servem para manter o animal na posição apropriada sobre cercas, e são utilizadas em campos de caça e competições de saltos.

Coleiras para cribbing (roer madeira)

Alguns cavalos tendem a desenvolver maus hábitos com o tempo, e um dos mais perigosos é conhecido como "cribbing". Neste vício, o animal morde uma superfície sólida, como a porta da baia, e suga o ar para os pulmões. Isto pode ser muito perigoso e muitas vezes leva a episódios de cólica, uma condição aguda potencialmente fatal. Para combater esse vício em seus cavalos, os proprietários geralmente usam uma coleira. Este tipo de coleira é projetado para apertar o animal quando este suga o ar, tornando desconfortável continuar esse ato, além de ajudar a corrigir o mau hábito. A coleira para cribbing é colocada de tal forma que suas barras se encaixem nas laterais do pescoço do animal, exatamente atrás da cabeça. Deve ser ajustada para que não fique apertada demais quando o cavalo estiver repousando confortavelmente -- só deverá apertar quando ele esticar o pescoço na tentativa de roer madeira.

Cabrestos

A equitação é um esporte equino popular, e os cabrestos são usados para prender as rédeas e garantir que não escorreguem. O cabresto é colocado em torno do pescoço do cavalo, de modo muito semelhante ao peitoral para arados. As rédeas correm desde a brida, depois através de furos no cabresto, e chegam às mãos do cavaleiro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível