Sua Vez: Jogos que Promovem um Relacionamento Melhor entre Irmãos

Escrito por shannon philpott Google | Traduzido por samir fraiha
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Crie uma partida onde todos saem ganhando, através de brincadeiras

Sua Vez: Jogos que Promovem um Relacionamento Melhor entre Irmãos
Promover interações saudáveis através de brincadeiras pode ajudar a semear um bom relacionamento entre irmãos (Ableimages/Digital Vision/Getty Images)

Se as crianças não aprenderem a compartilhar, fará com que sintam ressentidas, enganadas e até controladas pelos seus irmãos.

— Dra. Jane Greer, terapeuta familiar e autora de "What About Me? Stop Selfishness from Ruining Your Relationship"

Uma briga por brinquedos ou uma discordância quanto às regras da casa podem ser bem normais entre irmãos e irmãs. Porém, quando as brigas intensificam e perturba a vida de todos os familiares da casa, pode ser o sinal que a rivalidade entre irmãos está surgindo. De acordo com a doutora em educação, natural de Nova Iorque, Jane Greer, terapeuta familiar e de casais conhecida como autora de “What About Me? Stop Selfishness from Ruining Your Relationship” ("E quanto a mim? Pare com o egoísmo que arruínam seu Relacionamento", em tradução livre), não ensinar as crianças a compartilhar, resulta em uma rivalidade severa entre irmãos. "No momento em que você precisa compartilhar, o desafio está lançado", diz Greer. "Se a criança não aprendem a compartilhar, fará com que se sintam ressentidas, enganadas e até controladas pelos seus irmãos." Ensinar suas crianças a compartilhar as vezes pode parecer intimidador, mas brincadeiras e atividades criativas que promovem a construção do relacionamento pode levar os irmãos para longe de disputas ensurdecedoras e violentas, de "Isso não é justo", para uma amizade para a vida inteira em que eles entendem os gostos e desgostos de cada um. "O objetivo é promover um sentimento de espírito de equipe cooperativo, trabalho em equipe e diversão que venham de partilhamentos justos", diz Greer.

Ir ao Cerne da Rivalidade Entre Irmãos

Teorias sobre a existência da rivalidade entre irmãos, causas, fatores de competição, etc. Salientar a importância de irmãos conhecerem melhor os gostos, desgostos, personalidade, etc. de cada um.

Antes que você possa colocar seus filhos para brincar de forma correta e justa, é preciso entender a raiz de toda e qualquer rivalidade entre irmãos que possa existir entre eles.

As primeiras teorias sugerem que a rivalidade entre irmãos ocorre como resultado de uma vontade estridente ou uma briga por posições de poder dentro da família, disse o Dr. John Duffy, um clínico psicologista de Chicago e autor do livro “The Available Parent: Radical Optimism in Raising Teens and Tweens” (Os Pais Disponíveis: Otimismo Radical na Educação de Adolescentes e Pré-adolescentes, em tradução livre).

"Irmãos disputam entre si para ganhar a preferência, ou pelo menos a atenção, dos pais," diz Duffy. Quanto mais recente a disputa, também conhecido como a teoria do 'atenção é atenção', foca-se em conseguir atenção dos pais a todo custo, mesmo através de comportamento ruins."

Essencialmente, uma criança pode estar tomando uma posição de poder, atacando fisicamente ou verbalmente o seu irmão ou irmã apenas para ter a atenção da mãe ou do pai.

A raiz da rivalidade entre irmãos é a competição pelo amor dos pais, disse Barbara Chamberlin, uma terapeuta familiar de Connecticut e instrutora familiar.

"Uma certa quantidade de disputas entre irmãos é normal e esperado. Entretanto, o ódio e desprezo entre irmão é nocivo e deixa cicatrizes por toda a vida.", disse Chamberlin, mãe de dois filhos adolescentes. "As crianças precisam acreditar que o amor de pai e mãe não é um jogo de soma zero."

Chamberlin disse que, quando seus filhos eram mais jovens, competições eventualmente geravam discussão e agressões. Neste caso, ela cessava o jogo imediatamente, dando o sinal de que aquele comportamento não era aceitável.

"Graças à nossa resposta calma e coerente como os pais, os meninos continuaram amigos com as dores de crescimento, e sem nenhum ressentimento duradouro construída", disse Chamberlin. "Agora, depois de um jogo, não é incomum para mim ouvi-los dizer 'Grande defesa, Tom' ou 'Bela pontuação, Jeff' no carro a caminho de casa."

Os pais também podem inspirar a certeza de que o amor de um pai e mãe é igual para cada criança, modelando um comportamento respeitável, disse Chamberlin.

"Os maridos e esposas precisam conversar um com outro de forma respeitosa, assim seus filhos farão o mesmo."

Ir de relacionamentos sujos aos limpos

Fazer uso de brincadeiras e atividades que promovam não apenas a autoconsciência, como também jogos que ajudem os irmãos a aprenderem sobre cada um, com enfoque em brincadeiras ao ar livre.

Uma das melhores maneiras de atenuar uma rivalidade negativa entre irmãos é promover uma cultura familiar de brincadeiras amigáveis.

"Crianças que são amigas tendem a brincarem e a passarem tempo juntas, assim como são menos mesquinhas umas com as outras.", disse Duffy.

Estabelecer um período recreativo entre irmãos e família não apenas encoraja as crianças a brincarem juntas, como também ajuda os familiares a conhecerem melhor gostos e desgostos uns dos outros.

Dr. Duffy sugere ainda a criação de um jogo de perguntas de boa índole. Em que a base do jogo é a criança falar sobre as férias com a família, acontecimentos engraçados, traços de personalidade e tradições de feriados.

"As famílias costumam adorar esse tipo de jogo, além de ser uma ótima maneira de deixá-los engajados, conectados e aprenderem sobre cada um por meio de uma atividade divertida.", afirma Duffy.

As vezes, é preciso se sujar um pouco para limpar a bagunça que a rivalidade entre irmãos cria. Dr. Duffy relembra que uma de suas mais agradáveis memórias de sua infância vinham da participação da sua família na brincadeira do "letterboxing", uma espécie de caça ao tesouro para famílias, em locais públicos ou parques nacionais, onde pistas são espalhadas. Famílias do mundo inteiro escondem pequenas caixas em locais públicos e distribuem pistas de boca em boca ou ainda em sites, como o site oficial do letterboxing, para que outras famílias as encontrem.

"A jornada é a parte divertida. Como um time, a família pode precisar de uma bússola, decifrar uma poesia, testar seus conhecimentos que vão de história, geografia, matemática e por aí vai.", disse Duffy. "Descobri que até mesmo os irmãos mais amargurados, acostumados a ficarem deitados no sofá jogando vídeo games, se engajam na alegria e diversão dessa brincadeira."

A chave dessas atividades é que elas não incentivam a existência de um único vencedor, um fato que muitas vezes aquece a rivalidade entre irmãos.

"A família ganha como uma equipe e a atividade é sempre cooperativa.", disse Duffy. De longe, a forma mais eficaz que encontrei para promover companheirismo familiar e reduzir a rivalidade entre irmãos."

Brincadeiras que promovem a amizade entre irmãos precisam recorrer aos vários interesses da família, disse Erica Curtis, uma terapeuta familiar de Santa Monica, Califórnia.

"Uma atividade simples, como cortar imagens de revistas para fazer uma colagem sobre as coisas que vocês gostam de fazer ao ar livre pode ajudar a estabelecer as bases para aprender mais sobre o outro e identificar atividades divertidas que eles possam gostar", disse Curtis. "Fazer colagem equipara-se a um jogo. E todos podem fazê-la."

Ir ao coração da amizade

Estratégias e brincadeiras que ensinem os irmãos a como serem amigos (entre si e com as demais pessoas além da família).

Encorajar suas crianças a usarem a imaginação e interpretarem personagens fictícios podem melhorar os laços fraternais, bem como ajudá-los a fazerem e manterem amizades com seus semelhantes.

De acordo com Curtis, o relacionamento entre irmãos gira em torno de determinados papeis. Sammy pode ser a irmã mais velha e mandona, enquanto Jack é a criança tímida e passiva.

Fazer filmes ou vídeos dão às crianças a oportunidade de fazer exatamente isso. Com uma câmera de vídeo de mão, as crianças podem revessar entre dirigir ou atuar na frente da câmera.

"Este jogo ajuda as crianças aprendem a pensar de forma criativa e permanecem abertas a novas ideias, mesmo quando elas não concordam com o seus irmãos", disse Curtis.

Os pais podem também encorajar jogos que enfrentam barreiras de comunicação. Charadas e jogos de adivinhação ensinam as crianças a interagir com comunicação restrita através de arte incorporativa e improvisos em suas rotinas diárias.

"Isso força as crianças a aprenderem a prestar atenção aos sinais não-verbais de seus irmãos, a esperarem por sua vez e incentiva a trabalharem juntos", disse Curtis.

Enquanto jogam com os irmãos, as crianças acabam aprendendo sobre as fronteiras e os limites de todo tipo de amizade, disse a Dra. Laura JJ Dessauer, arte-terapeuta certificada.

"As crianças praticam esses limites com os irmãos porque é uma forma segura de testá-los sem serem 'banidos' por um grupos de colegas", disse Desauer. "Eles estão testando as fronteiras e os limites, muitas das vezes dentro da segurança das relações em que se sentem confortáveis."

Jogos permitem maiores oportunidades para as crianças explorarem, construírem e criarem juntos como irmãos e amigos, afirma Dessauer.

"Promover a autoconsciência e aprender sobre os outros está essencialmente ligado com a flexibilidade social, entendimento, cooperação, compromisso e comunicação: todos os ingredientes de como ser um amigo."

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível