Técnicas para pintura de portas velhas de madeira e vidro

Escrito por benna crawford | Traduzido por allana rødseth
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas para pintura de portas velhas de madeira e vidro
É importante ter paciência durante o processo de pintura quando for dar um novo acabamento às portas francesas antigas (patio doors image by jimcox40 from Fotolia.com)

Uma porta velha de madeira com painéis de vidro pode ser uma entrada principal bonita e convidativa, ou um ótimo convite para passear no alpendre. Portas francesas ou gradeadas que precisam de uma pintura representam um desafio especial, mas nada que um pouco de paciência e o pincel para pintura correto não resolvam. Defina se há um aspecto retrô a ser preservado antes de iniciar a pintura e tome precauções sensatas quando for lidar com a remoção da tinta velha.

Outras pessoas estão lendo

Máquina de lixar e painéis frágeis

Uma porta velha com placas de vidro levará um certo tempo para ser pintada adequadamente. Usar uma máquina de lixar para remover a tinta velha ou desbotada traz o risco de quebrar ou rachar o vidro. As vibrações podem ser muito fortes para o vidro, e a única maneira de descobrir seria fazendo o teste, o que não será nada positivo caso o experimento falhe. A escolha, então, é lixar à mão as esquadrias e o resto da porta, pelo menos na proximidade do vidro. Facilite o trabalho usando, antes de tudo, uma betumadeira para remover a tinta solta e resina. Lixe até próximo do vidro mas sem encostar nele, senão você terá arranhões permanentes. Limpe a porta em seguida, tomando cuidado especial para remover a sujeira na junção do vidro com a armação. Depois disso, use um aspirador de pó para retirar quaisquer restos de tinta velha que tenha ficado, para só então começar a pintar a porta.

Paciência e fita adesiva de pintor

Uma mão firme e muita calma são as melhores técnicas para pintar com êxito uma porta francesa ou gradeada antiga. Utilize um pincel inclinado, mantenha-o molhado de tinta e arraste-o do local próximo ao vidro para fora, para longe do vidro. Você pode passar fita na porta, mas gastará muito tempo fazendo isso adequadamente; e mesmo fazendo um trabalho bem feito, um pouco de tinta ainda consegue vazar por sobre a fita. Escolha economizar seu tempo e use-o para trabalhar aos poucos. Se mesmo assim for parar um pouquinho de tinta no vidro, limpe-o com um cotonete ou espere até que seque para tirar delicadamente com uma navalha. A única fita útil que pode ajudar quando se está lidando com painéis de vidro emoldurados por madeira é a fita adesiva de pintor especial para cantos. Ela vem pré-cortada em ângulos de exatos 90 graus que se encaixam perfeitamente nos cantos, algo que normalmente não acontece com fita normal.

Pintura falsa e precauções

Preserve o aspecto histórico de sua porta antiga, além da sua própria saúde, ao fazer uma análise cuidadosa sobre o que deve ser removido e sobre como proceder. Sempre use uma máscara para evitar inalar pó de tinta velha que pode conter chumbo ou outras substâncias tóxicas, já que ela está seca, despedaçada e pode facilmente ser transportada pelo ar. Caso você não goste da ideia de aplicar uma nova tinta, tente aplicar uma nova camada usando a técnica de pintura falsa. Uma ótima maneira de simular velhice é usar verniz craquelado. A madeira é pintada em um tom escuro de primeira mão. Após a secagem, passe uma camada do verniz especial e então, logo quando o verniz está agindo mas não depois, aplique o revestimento superior com pinceladas em sentido contínuo e sem ter acúmulo. A medida que a camada superior seca, reações ocorrem com o verniz, criando rachaduras na superfície e revelando a camada de tinta inferior, exatamente como uma porta velha e gasta de madeira.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível