Técnicas para revestir peças de plástico com metal

Escrito por susan kristoff | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

As peças de plástico podem ser revestidas com uma fina camada de metal por questões estéticas, para servirem como condutores de energia e para fins de redução de eletricidade estática. É difícil fazer o revestimento, porque as técnicas tradicionais requerem altas temperaturas ou condutividade elétrica e nenhuma das duas funciona para trabalhar as peças de plástico. Algumas técnicas para a aplicação do revestimento de metal sobre o plástico usam alguns dos mesmos princípios aplicados para revestir peças de metal, mas com algumas diferenças por causa das propriedades materiais básicas do plástico.

Outras pessoas estão lendo

Metalização química

A metalização química é um processo que utiliza uma reação química para transferir íons metálicos para uma peça que esteja sendo trabalhada. O processo é semelhante à metalização eletrolítica em alguns aspectos, mas não necessita de corrente elétrica. Portanto, a peça não precisa ter propriedades de condução e o plástico pode ser revestido com metal usando esse método. A peça é banhada numa solução aquosa, momento em que acontecem várias reações químicas. Estas, por sua vez, geram uma carga negativa que será induzida na peça que está sendo trabalhada, atraindo os íons metálicos da solução.

O níquel é material para revestimento metálico mais comum utilizado no processo de metalização química. Destaca-se que antes de fazer a metalização, é necessário aplicar um catalisador na peça de plástico para melhorar a atração dos íons. A metalização química é um método de revestimento muito consistente, cria uma camada uniforme, até mesmo nos cantos e fendas na área da base.

Deposição de vapor

A deposição de vapor é um tipo de deposição a vácuo que envolve a aplicação de uma camada de material sobre uma base. Na técnica, depositam-se átomos ou moléculas individuais na peça quando ela estiver sob pressão a vácuo. Esse processo pode criar revestimentos com películas extremamente finas sobre uma variedade de peças-base feitas de diferentes tipos de materiais, independentemente das propriedades destes. Portanto, os plásticos podem ser usados como material para bases.

A deposição física de vapor usa componentes sólidos ou líquidos como fonte de vapor. Há uma variedade de métodos de deposição física de vapor; incluindo a evaporativa, por laser pulsado, por arco catódico e pulverização catódica.

Tinta condutiva

A tinta condutiva contém materiais condutores elétricos para metais. Ela permite que o próprio revestimento seja um condutor de eletricidade. A pintura feita com esse tipo de tinta não é um revestimento de metal propriamente dito, mas é um método mais barato e mais fácil de ser usado que a maioria das outras técnicas de revestimento de metais. Além disso, ela pode ser utilizada em outras aplicações. Para esse caso específico, o revestimento não é feito por questões de estética, mas para funcionar como condutor elétrico. A tinta condutiva geralmente é feita com prata ou platina.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível