Terapia homeopática para espasmos da bexiga

Escrito por katelyn lynn | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Terapia homeopática para espasmos da bexiga
Os sintomas de espasmos da bexiga podem ser tratados com homeopatia (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os espasmos da bexiga resultam de problemas neurológicos, menopausa, problemas alimentares, infecções do trato urinário ou até mesmo medicamentos. Os sintomas incluem uma urgência para evacuar, dor e incontinência. Os remédios homeopáticos, tais como Causticum, Mercurius e Nux vomica, ajudam a aliviar o desconforto associado aos espasmos de forma segura, sem efeitos colaterais.

Outras pessoas estão lendo

Nux vomica

Experimente o remédio com base na planta Nux vomica. Também conhecida como Árvore da Noz Venenosa e botões de Quaker, ela é uma árvore que cresce na Austrália, China e em outras áreas da Ásia. Quando uma pessoa tem cistite com necessidade frequente de evacuar, mas produz muito pouca urina, a Nux vomica é indicada. Os sintomas geralmente melhoram quando o indivíduo se mantém aquecido e fica em repouso, e tendem a agravar-se se estimulantes ou alimentos picantes são ingeridos.

Causticum

Experimente o remédio com base em mineral Causticum para os espasmos da bexiga quando há incontinência intermitente ao tossir ou espirrar. O Causticum também é comumente referido como hidrato de potássio e é constituído por partes iguais de cloreto de potássio e óxido de cálcio. Use se o paciente tem sintomas do tipo cistite e uma necessidade urgente de evacuar ou incapacidade de urinar em virtude dos espasmos. O paciente também se queixará de ser muito afetado pelo clima, particularmente o frio; seus sintomas geralmente melhoram quando ele é mantido aquecido e pioram quando exposto à condições de tempo frio.

Mercurius corrosivus

Experimente Mercurius corrosivus para a dor em virtude de espasmos da bexiga. Este, mais comumente conhecido como cloreto de mercúrio, é um remédio homeopático típico para inquietação e ansiedade. Use quando o paciente tem glândulas inchadas e se queixa de dor com queimação na bexiga após a evacuação, embora muito pouca urina seja produzida. Seus sintomas geralmente melhoram enquanto ele descansa e pioram com o ar fresco.

Tratamento médico convencional

Lembre-se de que a medicina convencional pode ser requerida como uma intervenção se os sintomas persistirem por mais de 36 a 72 horas. Os espasmos da bexiga podem indicar um problema de saúde grave, por isso é importante consultar o médico antes de iniciar quaisquer remédios alternativos para ajudar a tratar os sintomas.

Dicas e cuidados

Nunca auto-prescreva remédios homeopáticos para condições crônicas; sempre consulte um homeopata profissional quanto a remédios adequados e sugestões de dosagem.

As informações sugeridas aqui não devem ser um substituto do aconselhamento médico profissional; elas são apenas para fins informativos e não se destinam a curar ou sanar qualquer condição de saúde.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível