Terapia com o hormônio hCG durante a gravidez

Escrito por genevieve hawkins | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Terapia com o hormônio hCG durante a gravidez
Se você estiver tentando engravidar ou teve alguns abortos espontâneos, seu médico poderá recomendar uma injeção do hormônio hCG (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Se você estiver tentando engravidar ou teve alguns abortos espontâneos, seu médico poderá recomendar uma injeção do hormônio hCG. Esse hormônio, chamado de gonadotrofina coriônica humana, é responsável por evitar que o óvulo fertilizado seja descamado junto com a menstruação e ajuda a manter o embrião durante o primeiro trimestre da gravidez. Para mulheres com dificuldade de engravidar ou manter a gravidez, a injeção de hCG pode manter o feto vivo e crescendo até que os hormônios do segundo trimestre da gravidez entrem em ação.

Outras pessoas estão lendo

Função

O hCG é um hormônio natural que existe em quantidades muito pequenas, tanto em homens quanto em mulheres. Durante uma gravidez normal, os níveis de hCG aumentam rapidamente após a concepção e, normalmente, dobram a cada 48 horas durante o primeiro trimestre. O hormônio mantém o corpo lúteo, que estimula o crescimento da placenta, ativa após a concepção. Algumas mulheres com baixos níveis de hCG perdem o óvulo fertilizado todo mês durante o ciclo menstrual, precisando de terapias de substituição hormonal para ajudar a manter a gravidez.

Significância

As injeções de hCG são normalmente administradas para estimular a ovulação e também podem ajudar a manter o embrião intacto. Alguns médicos receitarão uma injeção de hCG para o primeiro trimestre da gravidez, caso a paciente tenha um histórico de aborto espontâneo durante esse período. De acordo com os obstetras do BabyCenter, Joyce e Marshall Gottesfeld, as injeções de hCG são administradas durante o primeiro trimestre para estimular a produção da progesterona. Os médicos podem prescrever o hCG em vez da progesterona, pois ela é feita de ingredientes sintéticos, apesar de nunca ter sido cientificamente comprovado que nenhum dos dois evite abortos espontâneos.

Efeitos

A injeção de hCG contém hormônios da gravidez, portanto, ela é responsável pelos primeiros sintomas da concepção, como o aumento dos seios, náusea e dores. De acordo com o "Getting Pregnant and Fertility Drugs: Gonadotrofina coriônica humana", se a injeção de hCG for administrada no período da ovulação, você tem maiores chances de engravidar de múltiplos bebês. Outros sintomas desse tratamento incluem fadiga, dor de cabeça, irritabilidade, desconforto abdominal e retenção de líquidos. Você também pode sentir a área da injeção um pouco dolorida.

Considerações

Se você tomou uma injeção de hCG devido a um problema na fase luteal ou a outro problema de fertilidade, tenha em mente que essa injeção poderá lhe dar um resultado de falso positivo (um teste de gravidez que diz que você está grávida quando não está). A injeção contém o hormônio que é observado em testes de gravidez ou exames de sangue. De acordo com o site BabyHopes.com, aproximadamente metade do hormônio hCG desaparece do corpo a cada 28 horas, então, o tempo que levará para que seu exame de gravidez não dê resultados falsos dependerá da quantidade de hormônio injetada. Os médicos recomendam que se espere 14 dias após uma injeção de 10.000 IU, dez dias após uma de 5.000 IU ou sete dias após uma de 2.500 IU. Você também pode pedir que seu médico faça dois exames de gravidez com quantitativos de hCG após a injeção. Se o nível subir entre os dois testes, provavelmente você estará grávida.

Avisos

A injeção de hCG pode aumentar o risco de coágulos de sangue. Você deverá ligar imediatamente para seu médico se tiver dor, calor, vermelhidão, insensibilidade ou formigamento nos braços ou pernas. As mulheres que receberem a injeção pela primeira vez podem ter uma condição chamada hiperestimulação do ovário. Consulte seu médico se tiver qualquer um dos sintomas da doença, como falta de ar, dor forte na pelve, inchaço nas mãos ou pernas, diarreia, náusea ou vômito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível